fbpx

Empreender no mercado imobiliário: O que é preciso para começar

Empreender e trabalhar com algo que se identifica é algo que os brasileiros têm procurado bastante. Inclusive, em momentos de crise, cresce muito o interesse de abir o próprio negócio. Afinal, sempre existem boas oportunidades. Além de empresas bastante conhecidas no mercado e das franquias, há também os interessados em empreender no mercado imobiliário.

A situação é totalmente possível, mas, muito além de oferecer apartamento para alugar em Porto Alegre, é preciso ter pensamento empreendedor. E estar pronto para lidar com as adversidades do mercado. No entanto, é importante ressaltar que qualquer um pode ter sua própria empresa, basta se preparar e estar disposto a lidar com as mudanças. Entenda agora o que é necessário para começar a empreender em imóveis.

Ter pensamento empreendedor

O primeiro passo para empreender no mercado imobiliário é ter pensamento empreendedor. Você não precisa abrir uma imobiliária, pode atuar apenas como corretor de imóveis, mas ainda assim vai precisar ter visão empreendedora, para conseguir enxergar boas oportunidades.

Estudar o local do seu negócio

Onde sua empresa vai funcionar? Ela terá sede física ou será apenas online. No mundo moderno em que vivemos, é indispensável estar presente na internet, então você pode considerar se vale a pena ter um local físico. Quem pretende atuar apenas como corretor pode apostar em um bom site e manter o atendimento todo digital, agora, se vai abrir uma imobiliária pode ser legal ter uma sede presencial.

Ter um bom capital guardado

Abrir uma empresa exige ter um certo dinheiro guardado. Quando falamos do setor imobiliário, mesmo que não tenha interesse em começar com sede física, você vai precisar investir em equipamentos e até em um bom site. Além disso, é importante não misturar as finanças pessoais com o dinheiro destinado para a empresa.

Estar pronto para inovar

Não importa qual seja o setor, inovação é a chave para conquistar bons clientes e se manter firme no mercado. Assim, mesmo com uma imobiliária ou como corretor, você terá que inovar na forma como entrega seu serviço. 

Uma dica útil e oferecer tours virtuais e outras praticidades que permitam as pessoas escolherem seus imóveis sem precisarem sair de casa. Assim, a visita presencial acontece apenas na etapa final, quando já há a certeza da compra.

Ter flexibilidade de horários

Ser flexível com seus horários de atendimento também é uma forma de inovar e vai te ajudar a atender aquelas pessoas que não tem disponibilidade no horário comercial. Vale a pena considerar isso e ao mesmo tempo ter uma agenda não tão fixa. Dê opções para o cliente. Se ele não puder, ofereça outro dia e horário.

Separar os documentos necessários

Para abrir sua empresa você vai precisar de alguns documentos, são eles:

  • o contrato social (no qual estará descrito todos os sócios e o regime de impostos no qual a imobiliária se enquadra);
  • registro na junta comercial;
  • registro no CRECI;
  • e registro na secretaria da fazenda. 

Pode parecer bastante coisa. Mas, tudo isso será importante para abrir sua empresa, e começar a empreender no mercado imobiliário, cumprindo tudo o que diz a lei.

Fazer um bom estudo de mercado

Você pode até se identificar e gostar da área imobiliária, porém, só isso não basta para abrir sua própria empresa. É importante estudar o mercado com calma, entender seus prós e contras, e analisar se existe alguma oportunidade na qual vale a pena investir.

Além disso, é indispensável conhecer também sua concorrência e quem são os clientes que pretende atender. Afinal, é possível investir na classe A e B, com casas e aptos a venda nos padrões de luxo, mas também é ótimo apostar nas classes C e D, com imóveis no padrão mais simples.

Ter um bom planejamento financeiro

Dinheiro também é uma questão que precisa ser estudada com calma. Não apenas o quanto você tem disponível para abrir a empresa, mas também como separar o que será da imobiliária e o que é seu. Ser empreendedor exige organização e planejamento, então, pode se preparar para lidar com muitas planilhas.

Como estará investindo, precisa entender em quanto tempo irá obter um retorno e qual o valor médio poderá cobrar pelos seus serviços, sem que acabe no prejuízo. Este estudo inclui também conhecer o preço da concorrência.

Escolher um bom time de colaboradores

Quem pretende trabalhar como corretor provavelmente vai começar sozinho, mas logo irá precisar de outros profissionais o ajudando. Se vai começar como uma imobiliária, este time será importante logo no começo da empresa. É preciso selecionar pessoas compromissadas e que compartilhem da mesma visão que você.

Investir em marketing

Depois de abrir sua imobiliária, você terá uma grande missão, que é a divulgação e conquista de clientes. Para isso, terá que investir em marketing (online e offline). Anúncios, produção de conteúdo, presença nas redes sociais, site e tudo o mais que possa fazer sua empresa ser lembrada e conquistar espaço entre quem já está há mais tempo no mercado.

São ações que vão tomar tempo e algumas delas precisam ser pagas. Ainda assim, com o tempo esse investimento vai valer muito a pena. A ideia é que você conquiste seu espaço e fortaleça o nome da sua empresa no mercado imobiliário.

Se manter sempre bem informado

Esta dica é válida para qualquer empreendedor, mas essencial para quem vai atuar no setor imobiliário. Além de conhecer mais sobre o mercado, antes mesmo de abrir a empresa, você terá que se manter sempre bem informado. Precisa entender como está o cenário político e econômico do país e se é ou não um bom momento para compra e venda de imóveis.

Com essas informações, consegue saber em que tipo de imóvel é mais indicado investir  (e repassar isso para seus clientes), além de encontrar boas oportunidades no mercado. Em estar sempre informado também está incluso entender o que seus concorrentes andam fazendo e como estão enfrentando as adversidades.

Você está pronto para empreender no mercado imobiliário? Com todas essas dicas estará mais seguro e poderá tomar decisões mais acertadas. Acima de tudo, lembre-se de sempre estudar e conhecer as novidades do setor no qual você irá atuar.

Banner-conversao-eGestor-blog
Início 9 Empreendedorismo 9 Empreender no mercado imobiliário: O que é preciso para começar
Escrito em: 12/08/21
<a href="https://blog.egestor.com.br/author/pedro-henrique-escobar/" target="_self">Pedro Henrique Escobar</a>

Pedro Henrique Escobar

Pedro Henrique Escobar é formado em Administração e gerente de marketing no eGestor. O eGestor é uma ferramenta online para gestão de micro e pequenas empresas. Teste gratuitamente em: eGestor.

Comentários:

Compartilhe seu comentário, dúvida ou sugestão!

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode gostar…

Controle de Estoque: Como fazer um controle profissional

Porque o controle de estoque é tão importante para a empresa? O estoque é o principal ativo de uma empresa, sendo a forma mais importante de fazer dinheiro. Por isso, ter total atenção a gestão do estoque é de extrema importância. Se a...

Controle financeiro empresarial: Como fazer passo a passo

Passo a passo para fazer o controle financeiro da sua empresa Faça o controle do fluxo de caixa Separe custos e receitas Planejamento de recebimentos e pagamentos Registre todas as operações financeiras Tenha um orçamento bem estruturado...

Fluxo de Caixa: Guia de como fazer o da sua empresa

O que é o fluxo de caixa?O fluxo de caixa é o controle de todos os valores que entram e saem do financeiro da empresa. Qual o objetivo do fluxo de caixa?O objetivo do fluxo de caixa é garantir a saúde financeira do negócio, assegurando...

Nota fiscal eletrônica: tudo o que você deve saber [ATUALIZADO]

A Nota Fiscal Eletrônica (NF-e) é um documento cuja função é atestar a venda de um produto ou a prestação de um serviço. Ela foi desenvolvida com o objetivo de substituir alguns sistemas de impressão de documentos fiscais em papel. Assim...

Gestão empresarial: guia definitivo para o sucesso do seu negócio

Toda empresa precisa ter um objetivo, uma missão maior que guie todas as suas atividades. Independente de qual for esse objetivo, ele tem tudo a ver com a gestão empresarial. Isso porque é através de uma gestão empresarial competente e...

Faturamento: O que é, como calcular e aumentar o seu

Porque o faturamento é tão importante para a empresa? Porque ele é o valor, em dinheiro, que a empresa recebeu em um período. Assim, ele demonstra se o resultado foi satisfatório ou não. Com o acompanhamento se tem uma melhor ideia da...

Guia do MEI: Tudo sobre o MEI – Blog do eGestor

O MEI (Microempreendedor Individual) é um tipo de empresa voltado para formalização de profissionais autônomos. O custo para abrir um MEI é zero. Os impostos pagos pelo MEI são o ICMS, pela venda de mercadorias, o ISS, por prestação de...

NFC-e (Nota fiscal de consumidor eletrônica) [Atualizado]

Emitir NFC-e Todo produto ou serviço vendido, deve ter sua comprovação fiscal e um dos meios de atestar essa transação é a nota fiscal. Afinal, ela dá segurança tanto à empresa que vende o produto, quanto ao consumidor que o compra....

Nota Fiscal de Serviço Eletrônica (NFS-e): o que é e quem emite

A NFS-e, ou Nota Fiscal de Serviço Eletrônica, é um dos tipos de notas fiscais que existe juntamente com a nota fiscal, a nota fiscal do consumidor e o conhecimento de transporte. Elas são úteis para empresas que tem como uma das funções...

ERP: O que é e vantagens [GUIA COMPLETO]

Teste Grátis A administração de uma empresa acontece diariamente, com processos e controle que devem ser feitos a todo momento. Esses processos são o que mantém a empresa funcionando, e esse controle é o que mantém as contas em dia e os...