fbpx

O que é sazonalidade? Como lidar com essa situação?

Sazonalidade é quando um fator externo interfere nos resultados de um negócio. Isso pode ser de forma positiva ou negativa. É positiva quando aumenta a quantidade de vendas, como no Natal, por exemplo. E negativa quando há uma baixa, como uma sorveteria no inverno.

A sazonalidade de mercado é um fator que impacta diversos empresários e acaba comprometendo o desempenho de várias empresas. Assim como, também pode representar oportunidades de negócios em algumas situações. Mas afinal, o que é sazonalidade? Como ela realmente impacta as empresas positiva e negativamente? Como se prevenir? É o que você vai descobrir agora ao ler o nosso artigo!

Primeiramente, o que é sazonalidade?

No mundo empresarial, podemos definir a sazonalidade como todo e qualquer fator externo que possa influenciar nos resultados de um determinado negócio.

Vamos a um exemplo prático: uma sorveteria passa por um período de sazonalidade durante o inverno ou dias de temperatura baixa. São situações em que os consumos de sorvetes caem drasticamente, afetando as vendas da sorveteria em questão.

É importante ressaltar que a sazonalidade pode ser positiva, como é o caso do grande aumento de vendas no comércio em datas especiais, como dia das mães, dia dos pais, natal e ano novo, por exemplo. Nestes casos, cabe a essas empresas a tarefa de explorar ao máximo as oportunidades proporcionadas por essas sazonalidades.

Como explorar a sazonalidade positiva?

Primeiramente, é preciso ter um amplo conhecimento sobre o seu ramo de atividade. Dessa forma, é possível ficar atento a possíveis oportunidades que podem surgir no decorrer do ano. Todos os períodos sazonais precisam ser previamente planejados pela sua empresa.

É bastante recorrente que algumas empresas não se preparem adequadamente para este período. Seja não abastecendo o seu estoque suficientemente ou não aumentando a produção de sua equipe, dentre outras situações. Períodos sazonais positivos para a empresa certamente exigem atenção especial em relação a estes fatores.

Banner-conversao-eGestor-blog

Como se precaver contra sazonalidade negativa?

Se por um lado as sazonalidades positivas representam oportunidades reais de negócio para a sua empresa, as sazonalidades negativas podem gerar prejuízos se não forem devidamente planejadas com antecedência.

Vamos utilizar novamente o exemplo da sorveteria. Quem é proprietário de uma sorveteria, certamente conhece os aspectos climáticos da região em que atua e sabe os períodos de baixa temperatura, podendo assim se programar para estes períodos.

Se o consumo de sorvetes e derivados como milk-shakes são reduzidos nesses períodos, é preciso pensar em outros produtos como alternativas às baixas temperaturas, tais como café e chocolate quente, por exemplo.

💡 Você também pode gostar: Tipos de estoque: conheça os 14 principais tipos e qual o melhor

Independente do seu negócio, a sazonalidade deve ser encarada com produtos complementares que possuem uma demanda que não sofra variação neste período. Para identificar quais produtos podem suprir este período, é preciso analisar o contexto desta sazonalidade e a época do ano em que ela ocorrerá, para que seja possível avaliar as potenciais oportunidades.

Outro bom exemplo de adaptação a um período sazonal, são as empresas de ar-condicionado, que certamente recebem uma maior procura durante o verão, passarem também a vender produtos como aquecedores de ambiente durante inverno e outono, por exemplo.

Tanto para reforçar o estoque em meio a uma sazonalidade positiva, quanto para se precaver contra possíveis prejuízos causados por uma sazonalidade negativa, é essencial possuir um certo capital de reserva. Entretanto, este cuidado não é tomado por muitos empresários. O recomendável é guardar em torno de 30% do lucro mensal obtido pela empresa, para enfrentar os períodos de sazonalidade com segurança.

Cuidado com pequenas sazonalidades

Vender produtos complementares, que possam suprir os períodos de sazonalidade, só é válido em caso de períodos realmente significativos de sazonalidade. Tenha muito cuidado ao realizar estas ações em períodos sazonais muito curtos. Veja um exemplo: um açougue certamente será afetado por uma sexta-feira santa. As vendas serão baixíssimas e até mesmo existem grandes chances de não se vender absolutamente nada.

Mas neste caso, pelo fato de o período sazonal ser de apenas um dia, será que realmente vale a pena apostar na venda de peixes, por exemplo, que são produtos altamente consumidos neste dia? Em apenas um dia, se corre o risco de não conseguir vender esses peixes e assim perder dinheiro.

Isso porque além de adquirir os peixes para a comercialização, teria que ser feita uma ampla divulgação em redes sociais e demais meios com informações sobre o dia que o açougue vai vender peixes. Também seria preciso criar diferenciais para que um determinado cliente opte por comprar peixes no açougue em detrimento da sua peixaria ou do mercado no qual costuma comprar normalmente.

São muitas questões envolvidas no que diz respeito a um dia apenas de sazonalidade e que certamente exigiria um tempo maior para serem pensadas de uma forma eficiente. A melhor alternativa neste caso é fechar o açougue por um dia, já que não venderá praticamente nada, do que apostar em produtos que não vão trazer um retorno garantido.

Início 9 Empreendedorismo 9 O que é sazonalidade? Como lidar com essa situação?
Escrito em: 28/01/21
<a href="https://blog.egestor.com.br/author/pedro-henrique-escobar/" target="_self">Pedro Henrique Escobar</a>

Pedro Henrique Escobar

Pedro Henrique Escobar é formado em Administração e gerente de marketing no eGestor. O eGestor é uma ferramenta online para gestão de micro e pequenas empresas. Teste gratuitamente em: eGestor.

Comentários:

Compartilhe seu comentário, dúvida ou sugestão!

1 Comentário

  1. Alex willeman

    Bom dia!
    Não sou empresário, mas enquanto teólogo aprendi que sazonalidade pode, e muito ser aplicada , inclusive, em decisões na vida pessoal. Obrigado pela dicertacao.

    Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode gostar…

Gestão empresarial: guia definitivo para o sucesso do seu negócio

Toda empresa precisa ter um objetivo, uma missão maior que guie todas as suas atividades. Independente de qual for esse objetivo, ele tem tudo a ver com a gestão empresarial. Isso porque é através de uma gestão empresarial competente e...

Controle de Estoque: Como fazer um controle profissional

Porque o controle de estoque é tão importante para a empresa? O estoque é o principal ativo de uma empresa, sendo a forma mais importante de fazer dinheiro. Por isso, ter total atenção a gestão do estoque é de extrema importância. Se a...

Controle financeiro empresarial: Como fazer passo a passo

Passo a passo para fazer o controle financeiro empresarial Faça o controle do fluxo de caixa Separe custos e receitas Planejamento de recebimentos e pagamentos Registre todas as operações financeiras Tenha um orçamento bem estruturado...

ERP: O que é e vantagens [GUIA COMPLETO]

Teste Grátis A administração de uma empresa acontece diariamente, com processos e controle que devem ser feitos a todo momento. Esses processos são o que mantém a empresa funcionando, e esse controle é o que mantém as contas em dia e os...

NFC-e (Nota fiscal do consumidor eletrônica) [Atualizado]

A NFC-e é uma nota fiscal utilizada para registrar vendas de produtos. Ela é emitida diretamente para o consumidor final. Para emitir a NFC-e deve ser utilizado um sistema emissor de notas fiscais. Emitir NFC-e Todo produto ou serviço...

Faturamento: O que é, como calcular e aumentar o seu

Porque o faturamento é tão importante para a empresa? Porque ele é o dinheiro que a empresa recebeu em um período, que mostra se ele foi bom ou não. Acompanhar o faturamento se sabe quanto a empresa pode gerar de capital. Ele também é...

Nota Fiscal de Serviço Eletrônica (NFS-e): o que é e quem emite

A NFS-e, ou Nota Fiscal de Serviço Eletrônica, é um dos tipos de notas fiscais que existe juntamente com a nota fiscal, a nota fiscal do consumidor e o conhecimento de transporte. Elas são úteis para empresas que tem como uma das funções...

Fluxo de Caixa: Guia de como fazer o da sua empresa

O que é o fluxo de caixa?O fluxo de caixa é o controle de todos os valores que entram e saem do financeiro da empresa. Qual o objetivo do fluxo de caixa?O objetivo do fluxo de caixa é garantir a saúde financeira do negócio, assegurando...

Nota fiscal eletrônica: tudo o que você deve saber [ATUALIZADO]

A Nota Fiscal Eletrônica (NF-e) é um documento cuja função é atestar a venda de um produto ou a prestação de um serviço. Ela foi desenvolvida com o objetivo de substituir alguns sistemas de impressão de documentos fiscais em papel. Assim...

Guia do MEI: Tudo sobre o Microempreendedor Individual

O MEI (Microempreendedor Individual) é um tipo de empresa voltado para formalização de profissionais autônomos. O custo para abrir um MEI é zero. Os impostos pagos pelo MEI são o ICMS, pela venda de mercadorias, o ISS, por prestação de...