fbpx

Passivo Contábil: O que é e qual a diferença para um ativo

O Passivo Contábil representa todas as dívidas, obrigações, gastos e despesas que uma empresa tem no seu funcionamento. Ele é um dos blocos que compõem o balanço patrimonial, assim como o ativo contábil, que representa todo o dinheiro que entra na empresa e o patrimônio líquido.

Dessa forma, é importante uma empresa ter conhecimento de todos os seus passivos contábeis para conseguir gerir todos os seus recursos, evitar despesas excessivas e prejuízos futuros.

Além disso, o passivo contábil é importante para o balanço patrimonial, que é um documento contábil obrigatório para todas as empresas. A seguir explicamos mais detalhadamente sobre o que é passivo contábil e sua importância, assim como outros elementos que fazem parte do balanço patrimonial.

O que é um passivo contábil?

Um passivo contábil é qualquer obrigação financeira que a empresa tem, entre despesas, dívidas e gastos. Assim, ele é uma parte importante do balanço patrimonial de uma empresa.

Qual o conceito de passivo?

Passivo contábil é um somatório de obrigações, dívidas e despesas que uma empresa precisa cumprir. Ou seja, ele é todo dinheiro que sai do caixa durante o período de 12 meses.

Quais são os passivos contábeis de um negócio?

Os passivos contábeis que uma empresa possui são representados por várias despesas e obrigações. Elas são classificadas como passivo contábil exigível e passivo contábil não exigível.

Assim, os exigíveis são divididos em circulante e não circulante; já os passivos contábeis não exigíveis consideram o patrimônio líquido da empresa e capital social.

passivo contábil

Passivo Contábil Circulante

O passivo circulante são todas as obrigações financeiras de uma empresa que tem um vencimento de pagamento dentro do exercício social de 12 meses. Ou seja, um passivo é um pagamento que deve ser feito dentro de um ano.

O passivo contábil circulante também é conhecido como passivo contábil exigível de curto prazo.

Quais são os passivos circulantes de uma empresa?

Os passivos circulantes de uma empresa são todas as despesas e obrigações com vencimento dentro de 12 meses ou um ano. Os passivos circulantes de uma empresa são:

  • aluguel
  • água
  • pagamento dos funcionários

Passivo Contábil Não Circulante

Passivo não circulante são as despesas e obrigações com prazo maior de 12 meses. Mas, o período de vencimento do passivo circulante e do passivo não circulante é o que diferencia um do outro.

Quais são os passivos não circulantes de uma empresa?

Os passivos não circulante de uma empresa possuem um período superior de 12 meses para quitação de suas obrigações, os principais exemplos são:

Passivo circulante financeiro

Passivo circulante financeiro é uma obrigação contratual em que uma empresa precisa entregar dinheiro a outra empresa. De acordo com a Lei 4.320, o passivo circulante financeiro pode ser chamado de dívidas fundadas ou dívidas flutuantes, e todas as obrigações que estão dentro da dívida flutuante faz parte do passivo circulante financeiro.

Quais são os passivos financeiros de uma empresa?

O passivo financeiro de uma empresa é qualquer item empresarial que gerará algum custo, seja custo de manutenção, por exemplo, ou outro. Existem quatro tipos de passivos contábeis financeiros, são eles:

  • A descoberto: ocorre quando os passivos contábeis são maior que os ativos contábeis no balanço patrimonial
  • Circulante: são os passivos contábeis pagos em até 12 meses
  • Fictício: mostra as despesas pagas da empresa. Por isso não entram no balanço patrimonial
  • Elegível: é aquele que a empresa não tem obrigação de pagar

Como funciona o passivo contábil?

O passivo contábil são todas as despesas, dívidas e obrigações que uma empresa possui. Assim, dentro do balanço patrimonial ele deve ser lançando no lado direito, dividido em duas partes:

  • Passivo circulante: são despesas, dívidas e obrigações com vencimento em até 12 meses
  • Passivo não circulante: são despesas, dívidas e obrigações com vencimento de longo prazo, acima de 12 meses

Qual é a importância dos passivos contábeis?

O balanço patrimonial traz uma análise geral do financeiro da empresa, em relação a seus ganhos e gastos. Assim, um lado do balanço é ocupado pelos ativos e o outro pelos passivos e pelo patrimônio. Dessa forma, o valor entre eles deve ser igual. Ou seja, a soma de todos os ativos deve ser igual a soma de todos os passivos mais o patrimônio.

Por isso, uma empresa ciente do seu passivo contábil consegue conter gastos desnecessários, permitindo que o gestor consiga fazer o controle financeiro de maneira mais eficiente para que a empresa mantenha seu equilíbrio e crescimento constante.

O que é balanço patrimonial?

passivo contábil

O balanço patrimonial é um documento contábil muito importante para empresa e obrigatório pelo CPC (Comitê de Pronunciamento Contábeis) desde que a empresa não seja optante pelo regime do Simples Nacional.

Ele apresenta todos os ativos contábeis, que são as receitas de uma empresa; e todos os passivos contábeis, listando todas as dívidas e obrigações, além do patrimônio líquido. O período dos dados apresentados no balanço patrimonial é de 12 meses.

A apresentação desses dados no balanço patrimonial ajuda na análise da situação financeira da empresa e na tomada de decisões pelos gestores.

Onde as informações sobre os passivos contábeis são inseridas?

As informações sobre o passivo contábil são inseridas no balanço patrimonial, no lado direito do ativo contábil.

O que é ativo?

Ativos contábeis são bens e direitos de uma empresa, são tudo o que a empresa tem que gerar valor monetário para ela. Ou seja, os ativos são a receita da empresa, todo dinheiro que entra.

Tipos de ativo

Os ativos contábeis são categorizados pela sua natureza e pelo seu tipo, e classificados por conta da sua conversibilidade em dinheiro.

A conversibilidade em dinheiro se refere aos bens que a empresa vende e se transformam em dinheiro. Assim, os bens que a empresa possui são classificados de acordo com o tempo que demora para se transformar em dinheiro.

Dessa forma, há dois tipos de ativo contábeis, o circulante e o não circulante:

Ativo Circulante

Os ativos circulantes de um negócio são recursos, bens e direitos de uma empresa que se transformam em dinheiro imediatamente. Ou seja, o dinheiro gerado por esse tipo de ativo entra no caixa de forma automática ou dentro do prazo de 12 meses.

Ativo Não Circulante

Os ativos não circulantes são recursos, bens e direitos que se transformam em dinheiro num prazo maior que 12 meses. São opostos ao ativo circulante e normalmente os itens que fazem parte deste ativo não são direcionados ao cliente, como por exemplo, veículos, máquinas e equipamentos.

Exemplos de Ativo

Ativo circulante são:

  • aplicações financeiras
  • estoques
  • reservas de caixa
  • saldo no banco
  • contas a receber, entre outros.

Ativo contábil não circulante são:

  • duplicatas
  • depósitos
  • aplicações financeiras de longo prazo, entre outras.

Para que serve o balanço patrimonial? Qual o seu objetivo?

O Balanço Patrimonial serve para fazer um levantamento completo da situação financeira da empresa durante um determinado período. Assim, sua elaboração pode se estender por até 12 meses, devido a sua complexidade e quantidade de dados que deve constar.

O objetivo dele é informar a situação patrimonial e financeira da empresa, além de ajudar o gestor na tomada de decisões baseada nas informações contidas nele.

Como é composto o balanço patrimonial?

O Balanço Patrimonial é composto por três blocos, ativos contábeis, passivos contábeis e patrimônio líquido. O ativo contábil, é dividido em ativo circulante e ativo não circulante; assim como o ativo, o passivo contábil também é dividido em circulante e não circulante.

Patrimônio Líquido

O Patrimônio Líquido é o resultado da subtração entre ativos e passivos contábeis, o resultado demonstra o valor do capital que a empresa efetivamente possui. Assim, em sua análise, considera o retorno financeiro dos acionistas e sócios, prejuízos acumulados, reservas de lucro, entre outros.

O que é o ativo e o passivo em contabilidade?

O ativo e passivo contábil em contabilidade se refere a tudo que a empresa possui. Os ativos contábeis representam os bens e os passivos contábeis as obrigações que a empresa tem com terceiros, seja ela obrigações variáveis ou fixas.

Os bens que representam os ativos são dinheiro em caixa, máquinas e equipamentos, automóveis, investimentos, entre outros. É todo o dinheiro que entra na empresa, ou seja, são as receitas.

Os passivos são representados pelos deveres que a empresa precisa cumprir perante a sociedade, nele estão incluídas atividades que fazem o dinheiro sair da empresa em forma de despesa. Como, por exemplo, pagamento de aluguel, pagamento de tributos, fornecedores, funcionários.

Qual a diferença entre ativo e passivo contábil?

A diferença entre ativo e passivo contábil está no fluxo monetário. Enquanto o ativo representa a entrada de dinheiro na empresa através da receita, o passivo representa a saída.

Além da diferença no fluxo monetário, ativos e passivos possuem mais algumas especificações.

Os bens que representam os ativos são classificados em ativos circulantes e ativos não circulantes. Sendo essa classificação relacionada ao tempo que os bens levam para se transformar em dinheiro. Assim, os bens que se transformam em dinheiro no prazo de 12 meses são os ativos circulantes; e os que demoram mais de 12 meses são os ativos não circulantes. Como dinheiro em caixa, estoque, investimento, por exemplo.

O passivo é classificado como exigível e não exigível. Os não exigíveis são as contas do patrimônio líquido da empresa inseridas no balanço patrimonial. O passivo exigível são os passivos circulantes e não circulantes, eles são classificados de acordo com o prazo para cumprir as obrigações. O passivo circulante são as obrigações com vencimento em até 12 meses e o passivo não circulante são as obrigações com vencimento acima de 12 meses.

Perguntas frequentes

Por que analisar ativo e passivo na contabilidade?

É importante analisar o ativo e passivo contábil porque o resultado desses dois indicadores informam a situação da empresa. Através da análise é possível planejar estratégias de crescimento para o negócio.

Como calcular o Ativo e o Passivo?

O cálculo do ativo e passivo contábil é realizado com base na análise do balanço patrimonial de uma empresa num determinado período, pela seguinte fórmula:
passivos/ativos = (dívida de curto prazo + dívida de longo prazo) / total de ativos
Para conseguir executar a fórmula é necessário fazer um levantamento de todas as despesas e receitas.

Qual a relação entre ativo, passivo e plano de contas?

O plano de contas é um documento que informa todas as movimentações financeiras da empresa, inclusive o ativo e o passivo contábil.

Banner-conversao-eGestor-blog
Início 9 Contabilidade 9 Passivo Contábil: O que é e qual a diferença para um ativo
Escrito em: 20/07/23
<a href="https://blog.egestor.com.br/author/pedro-henrique-escobar/" target="_self">Pedro Henrique Escobar</a>

Pedro Henrique Escobar

Pedro Henrique Escobar é formado em Administração e gerente de marketing no eGestor. O eGestor é uma ferramenta online para gestão de micro e pequenas empresas. Teste gratuitamente em: eGestor.

Comentários:

Compartilhe seu comentário, dúvida ou sugestão!

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode gostar…

ERP: O que é e vantagens [GUIA COMPLETO]

Teste Grátis A administração de uma empresa acontece diariamente, com processos e controle que devem ser feitos a todo momento. Esses processos são o que mantém a empresa funcionando, e esse controle é o que mantém as contas em dia e os...

Nota Fiscal de Serviço Eletrônica (NFS-e): o que é e quem emite

A NFS-e, ou Nota Fiscal de Serviço Eletrônica, é um dos tipos de notas fiscais que existe juntamente com a nota fiscal, a nota fiscal do consumidor e o conhecimento de transporte. Elas são úteis para empresas que tem como uma das funções...

Faturamento: O que é, como calcular e aumentar o seu

Porque o faturamento é tão importante para a empresa? Porque ele é o valor, em dinheiro, que a empresa recebeu em um período. Assim, ele demonstra se o resultado foi satisfatório ou não. Com o acompanhamento se tem uma melhor ideia da...

NFC-e (Nota fiscal de consumidor eletrônica) [Atualizado]

Emitir NFC-e Todo produto ou serviço vendido, deve ter sua comprovação fiscal e um dos meios de atestar essa transação é a nota fiscal. Afinal, ela dá segurança tanto à empresa que vende o produto, quanto ao consumidor que o compra....

Controle de Estoque: Como fazer um controle profissional

Porque o controle de estoque é tão importante para a empresa? O estoque é o principal ativo de uma empresa, sendo a forma mais importante de fazer dinheiro. Por isso, ter total atenção a gestão do estoque é de extrema importância. Se a...

Guia do MEI: Tudo sobre o MEI – Blog do eGestor

O MEI (Microempreendedor Individual) é um tipo de empresa voltado para formalização de profissionais autônomos. O custo para abrir um MEI é zero. Os impostos pagos pelo MEI são o ICMS, pela venda de mercadorias, o ISS, por prestação de...

Gestão empresarial: guia definitivo para o sucesso do seu negócio

Toda empresa precisa ter um objetivo, uma missão maior que guie todas as suas atividades. Independente de qual for esse objetivo, ele tem tudo a ver com a gestão empresarial. Isso porque é através de uma gestão empresarial competente e...

Fluxo de Caixa: Guia de como fazer o da sua empresa

O que é o fluxo de caixa?O fluxo de caixa é o controle de todos os valores que entram e saem do financeiro da empresa. Qual o objetivo do fluxo de caixa?O objetivo do fluxo de caixa é garantir a saúde financeira do negócio, assegurando...

Controle financeiro empresarial: Como fazer passo a passo

Passo a passo para fazer o controle financeiro da sua empresa Faça o controle do fluxo de caixa Separe custos e receitas Planejamento de recebimentos e pagamentos Registre todas as operações financeiras Tenha um orçamento bem estruturado...

Nota fiscal eletrônica: tudo o que você deve saber [ATUALIZADO]

A Nota Fiscal Eletrônica (NF-e) é um documento cuja função é atestar a venda de um produto ou a prestação de um serviço. Ela foi desenvolvida com o objetivo de substituir alguns sistemas de impressão de documentos fiscais em papel. Assim...