fbpx

Abrir filial: quando e como expandir o seu negócio?

Abrir uma filial pode ser uma ótima alternativa para a sua empresa ingressar em um novo mercado. Assim ela pode atrair uma nova base de clientes em uma localidade com alto potencial de negócios que até então não era explorado.

Entretanto, o crescimento do próprio negócio com a expansão e abrir uma filial, é um passo que precisa ser planejado cuidadosamente por quem ampliar a área de atuação de seus negócios. Afinal, quando identificar se é realmente o momento certo para abrir uma filial?

De que forma planejar adequadamente o futuro deste novo estabelecimento? Como escolher a localização adequada para abrir uma filial? Isso e muito mais é o que veremos no decorrer deste artigo. Acompanhe!

Saiba também todos os detalhes de como montar uma empresa!

É o momento certo para abrir uma filial?

Antes de pensar em abrir uma filial, é preciso avaliar diferentes aspectos. Eles identificam se expandir o seu negócio realmente é viável, e acima de tudo, vantajoso. Podemos elencar alguns aspectos que são determinantes para verificar se abrir uma filial realmente é uma ideia:

Base de clientes

Você já conseguiu construir uma base de clientes significativa e duradoura? Se você chegou a um estágio em que sua empresa já possui alta visibilidade e não precisa mais ir atrás de novos clientes, isso certamente é um sinal de que seu negócio se encontra consolidado. Isso significa que é possível pensar na expansão de mercado.

Lucratividade

Sua empresa vem obtendo uma lucratividade padrão no decorrer dos anos? Ela consegue ser lucrativa mesmo em períodos de sazonalidade e crise no mercado?

Este também pode ser um indicativo que o seu negócio se encontra perene e está preparado para crescer! Apesar de parecer um tanto quanto óbvio, muitos empresários planejam a abrir filial sem sequer a empresa matriz se encontrar estabilizada no mercado. E isso é um grande erro!

Projeção orçamentária

Mais do que analisar a situação financeira atual e avaliar a lucratividade, é preciso ficar atento à situação futura de seu orçamento.

A partir de uma projeção de faturamento, despesas futuras e ponto de equilíbrio econômico e financeiro, você terá uma visão mais precisa a respeito de valores. Esses valores são necessários para a dedução das despesas e o quanto será necessário investir para expandir o negócio.

Abrir uma filial na prática

Assim, feito o estudo interno da sua empresa e avaliadas as necessidades orçamentárias para a abrir filial, é hora de efetivamente colocar em prática este processo. Tal como no processo de abertura de uma empresa comum, abrir uma filial também requer uma certa burocracia. É necessário levar os seguintes documentos na Junta Comercial de sua cidade:

  • Requerimento de arquivamento na Junta Comercial estadual;
  • Documento de alteração contratual para abrir uma filial;
  • Ficha de cadastro nacional para a filial que será aberta;
  • Comprovantes de pagamento dos serviços para registro comercial;

Junto à questão burocrática, é necessário planejar outros aspectos que são de extrema relevância para abrir uma filial.

Localização da filial

Para definir o melhor local para implementar a nova filial da sua empresa é preciso estudar o mercado a partir de dois critérios essenciais:

  • Uma localidade que seja próxima a sua base atual de clientes, para que essa clientela se mantenha nesta filial;
  • Uma região que tenha potencial para atrair uma nova clientela;

Sendo assim, é importante fazer um estudo aprofundado a respeito do perfil do seu público atual. Também, estude um local que possua um público com características semelhantes.

Manutenção dos padrões de qualidade

De nada adianta oferecer produtos que você já sabe que possuem uma demanda garantida se você não manter a qualidade de atendimento em sua nova filial.

Por isso, a montagem de uma equipe tão ou até mais qualificada do que a que atua na matriz de sua empresa é essencial para manter os padrões de qualidade. O atendimento é o que vai causar uma boa impressão no início de sua filial. Portanto, é preciso pensar uma filial como um negócio que começa do zero e que precisa conquistar a clientela novamente.

Projeção de cenários

Ainda, é preciso pensar na possibilidade de a filial não conseguir atrair uma boa base de clientes. Ou ainda, enfrentar problemas financeiros e ter dificuldades para manter a sua operação. Assim, em meio a estes cenários, é preciso ter um plano B. Ele pode ser um capital de reserva bastante sólido. Dessa forma é possível arcar com estas situações negativas e manter a continuidade do negócio.

Como administrar a sua filial?

Quando falamos na importância de abordar a sua filial como um negócio completamente novo, isso também vale para a questão administrativa. Separar as finanças da matriz e da filial é imprescindível para uma gestão organizada e equilibrada dos dois estabelecimentos.

Uma gestão unificada das duas empresas pode ser extremamente prejudicial, uma vez que fica mais difícil identificar possíveis problemas financeiros em uma delas. Ao administrar a sua filial de uma forma totalmente isolada, você consegue enxergar com clareza a situação deste estabelecimento e consegue identificar se realmente a filial está sendo lucrativa e pode seguir a sua operação.

Mantenha um plano de contas exclusivo para a matriz e outro para a filial, bem como um centro de custo diferente para cada uma das empresas. Assim, você saberá com mais clareza as contas a pagar e a receber por parte de cada uma delas e também saberá o orçamento destinado a cada uma das empresas.

eGestor

O eGestor é um sistema de gestão empresarial totalmente online. Perfeito para ser utilizado na gestão tanto de sua matriz, quanto de sua filial. Você pode fazer o controle financeiro de ambos os estabelecimentos a partir da elaboração de diferentes centros de custo por meio do sistema, sem a necessidade de acumular diversas planilhas.

O sistema ainda possibilita um controle de estoque automatizado, registro de compras e vendas, emissão de notas fiscais eletrônicas e boletos bancários, dentre outras funcionalidades! Com a sua operação totalmente em nuvem, o eGestor não necessita de instalação, podendo assim ser acessado a partir de qualquer computador, tablet ou smartphone.

Os primeiros 15 dias de testes no sistema são totalmente gratuitos. Basta acessar o site e começar agora mesmo!

Início 9 Empreendedorismo 9 Abrir filial: quando e como expandir o seu negócio?
Escrito em: 11/01/21
<a href="https://blog.egestor.com.br/author/pedro-henrique-escobar/" target="_self">Pedro Henrique Escobar</a>

Pedro Henrique Escobar

Pedro Henrique Escobar é formado em Administração e gerente de marketing no eGestor. O eGestor é uma ferramenta online para gestão de micro e pequenas empresas. Teste gratuitamente em: eGestor.

Comentários:

Compartilhe seu comentário, dúvida ou sugestão!

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode gostar…

Fluxo de Caixa: Guia de como fazer o da sua empresa

O que é o fluxo de caixa?O fluxo de caixa é o controle de todos os valores que entram e saem do financeiro da empresa. Qual o objetivo do fluxo de caixa?O objetivo do fluxo de caixa é garantir a saúde financeira do negócio, assegurando...

Nota fiscal eletrônica: tudo o que você deve saber [ATUALIZADO]

A Nota Fiscal Eletrônica (NF-e) é um documento cuja função é atestar a venda de um produto ou a prestação de um serviço. Ela foi desenvolvida com o objetivo de substituir alguns sistemas de impressão de documentos fiscais em papel. Assim...

Faturamento: O que é, como calcular e aumentar o seu

Porque o faturamento é tão importante para a empresa? Porque ele é o dinheiro que a empresa recebeu em um período, que mostra se ele foi bom ou não. Acompanhar o faturamento se sabe quanto a empresa pode gerar de capital. Ele também é...

Guia do MEI: Tudo sobre o Microempreendedor Individual

O MEI (Microempreendedor Individual) é um tipo de empresa voltado para formalização de profissionais autônomos. O custo para abrir um MEI é zero. Os impostos pagos pelo MEI são o ICMS, pela venda de mercadorias, o ISS, por prestação de...

Controle financeiro empresarial: Como fazer passo a passo

Passo a passo para fazer o controle financeiro empresarial Faça o controle do fluxo de caixa Separe custos e receitas Planejamento de recebimentos e pagamentos Registre todas as operações financeiras Tenha um orçamento bem estruturado...

Controle de Estoque: Como fazer um controle profissional

Porque o controle de estoque é tão importante para a empresa? O estoque é o principal ativo de uma empresa, sendo a forma mais importante de fazer dinheiro. Por isso, ter total atenção a gestão do estoque é de extrema importância. Se a...

Nota Fiscal de Serviço Eletrônica (NFS-e): o que é e quem emite

A NFS-e, ou Nota Fiscal de Serviço Eletrônica, é um dos tipos de notas fiscais que existe juntamente com a nota fiscal, a nota fiscal do consumidor e o conhecimento de transporte. Elas são úteis para empresas que tem como uma das funções...

NFC-e (Nota fiscal do consumidor eletrônica) [Atualizado]

A NFC-e é uma nota fiscal utilizada para registrar vendas de produtos. Ela é emitida diretamente para o consumidor final. Para emitir a NFC-e deve ser utilizado um sistema emissor de notas fiscais. Emitir NFC-e Todo produto ou serviço...

Gestão empresarial: guia definitivo para o sucesso do seu negócio

Toda empresa precisa ter um objetivo, uma missão maior que guie todas as suas atividades. Independente de qual for esse objetivo, ele tem tudo a ver com a gestão empresarial. Isso porque é através de uma gestão empresarial competente e...

ERP: O que é e vantagens [GUIA COMPLETO]

Teste Grátis A administração de uma empresa acontece diariamente, com processos e controle que devem ser feitos a todo momento. Esses processos são o que mantém a empresa funcionando, e esse controle é o que mantém as contas em dia e os...