VPL (Valor Presente Líquido): entenda o que é esse indicador!

O VPL ou valor presente líquido é um indicador essencial para que os empresários possam avaliar a viabilidade econômica e financeira de seus respectivos projetos. Quer entender mais a respeito do VPL, como calcular e de que forma ele pode ser aplicado? Então confira nosso artigo!

Afinal, o que é o VPL (Valor Presente Líquido)?

É de comum conhecimento que o valor do dinheiro hoje não é o mesmo de amanhã e nem o de ontem. Dessa forma, quando uma empresa resolve realizar um plano orçamentário para os próximos anos, ela deve levar em conta que os valores calculados hoje não serão o mesmos daqui algum tempo. Assim, calcular a rentabilidade de um investimento é complicada.

Para isso existe o VPL. Com a intenção de medir a viabilidade financeira da sua empresa, ele avalia, através do cálculo, qual será a efetividade do projeto. Assim, ele se utiliza de dados como o Fluxo de Caixa da sua empresa, o tempo de investimento e as taxas relacionadas. 

Ou seja, o Valor Presente Líquido tem como função estabelecer se um investimento é viável ou não, a partir da análise de dados financeiros presentes e futuros da sua empresa, considerando a variabilidade dos valores através do período escolhido. 

Como calcular o VPL?

Os valores utilizados para o cálculo do VPL são o do Fluxo de Caixa, o do tempo de investimento e a TMA (Taxa Mínima de Atratividade), também considerada como taxa de desconto. Assim, podemos considerar que a fórmula utilizada para o cálculo será:

Fórmula cálculo VPL Valor Presente Líquido

Sendo:

  • VPL = Valor Presente Líquido;
  • FC = Fluxo de Caixa;
  • i = TMA (Taxa Mínima de Atratividade) ou Taxa de Desconto;
  • n = Período de tempo;
  • j = Equivalente a 1.

A fórmula pode ser utilizada tanto para caixas uniformes ou não.

Como utilizar essa fórmula?

VPL é o valor que você encontrará ao final o cálculo. FC0 é o valor do Fluxo de Caixa na data zero. Já FC1, FC2 e FC3 são os Fluxos de Caixa nos períodos correspondentes, FC1 é o valor do fluxo de caixa no período estipulado como 1. n é o período de tempo estipulado. i é a taxa mínima de atratividade. j é 1.

Esse período de tempo pode ser utilizado com ano, semestre, trimestre, mês, ou outro. Ele irá depender de quanto tempo o responsável pelo projeto estipulou para sua realização.

Assim, basta aplicar os valores avaliados da sua empresa na fórmula. Normalmente o FC0 tem um valor negativo. Isso acontece porque não haverá nenhuma entrada no primeiro período, ou período 0, já que ele é apenas o inicio do seu projeto e não gera nenhum ganho. Mas após o primeiro período são consideradas as entradas e saídas que serão realizadas.

Também é possível utilizar através do Microsoft Excel através da fórmula VPL (Célula X; Célula Y) – Célula Z, utilizando as células onde se encontram os valores.

Como avaliar os resultados?

Após a inserção dos valores correspondentes às entradas e saídas de fluxo de caixa durante o projeto, o valor da taxa e o tempo, o cálculo é realizado.

Esse cálculo resultará em um valor positivo ou negativo, portanto, mostrando se o projeto trará lucro ou prejuízo. Dessa forma deve ser considerado que o investimento que resultou em valor negativo e assim, trará prejuízo, não é um bom investimento. 

Caso ele tenha um resultado positivo e alto, não será possível afirmar que ele é um investimento incrível. Algumas vezes isso acontece devido aos altos valores estipulados para entrada de fluxo de caixa. Mas apenas o fato de ser um valor positivo já o faz melhor que o investimento com valor negativo.

O resultado também pode ser neutro, ou seja, 0. Quando o resultado for esse, o investimento não resultará em lucro nem prejuízo. Sendo assim, os valores de entrada e saída iguais, equilibrando o investimento. E assim, não sendo possível indicar se o projeto deve ser realizado ou não, se tornando uma decisão neutra.

Quais as vantagens e as desvantagens?

Todo método utilizado para mensurar dados tem seus benefícios e suas limitações. Mesmo assim, eles auxiliam muito na tomada de decisões. Normalmente, é possível e indicado utilizar mais de um indicador.

Vantagens

  • Pode ser aplicado em caixas uniformes ou não;
  • Pode ser aplicado em fluxos de caixa convencionais e não convencionais;
  • Encontra o valor do dinheiro no período quisto;
  • Cálculo simples;
  • Considera o custo de capital da empresa.
  • Fácil de aplicar.

Desvantagens

  • Necessário conhecimento completo e exato dos valores do fluxo de caixa;
  • Projetos maiores parecerem mais lucrativos que projetos menores, quando não o são, pelo valor estipulado;
  • Mais difícil, mas não impossível, de fazer comparação entre projetos;
  • O resultado do cálculo é apresentado em valores monetários, unicamente.

TIR (Taxa Interna de Retorno)

Outro indicador que pode ser utilizado para melhorar o entendimento do retorno do investimento é o TIR (Taxa Interna de Retorno). Ela serve para transformar o produto do cálculo de VPL em valores reais.

Ou seja, como já falamos antes, o valor do dinheiro hoje não é mesmo de ontem e de amanhã. Dessa forma, o resultado será visto em relação aos valores considerados hoje. Mas quanto esse valor será equivalente ao final do período estabelecido? Para isso é usado o TIR:

Fórmula cálculo VPL Valor Presente Líquido TIR Taxa Interna de Retorno

Na fórmula disposta encontramos os seguintes itens:

  • VPL: Valor Presente Líquido. Ele será o resultado final.
  • T: Período total. O período total de tempo do seu projeto.
  • t: Cada período. Serve para calcular cada parte pelo período de tempo escolhido.
  • FC: Fluxo de caixa. Fluxo de caixa do período escolhido.
  • i: Taxa de desconto. Taxa Interna de Retorno.

Assim, basta aplicar os valores relativos e chegar ao resultado.

Considerações finais

Após montar uma empresa ainda é preciso estar a par de diversos dados e planejamentos. O VPL é uma forma de medir como um investimento poderá se sair de acordo com o valor investido e suas taxas. Outro medidor que pode ser extremamente útil é o ROI, o Retorno Sobre Investimento, que é a diferença do ganho obtido e do investimento inicial, sobre o investimento inicial. Dessa forma, fazendo uso desses indicadores é possível ter maior entendimento sobre sua própria empresa e como ela pode se sair no futuro.

Teste o eGestor gratuitamente durante 15 dias!

Banner eGestor

Escrito por eGestor
O eGestor é um software online para gestão de micro e pequenas empresas. Teste gratuitamente em: https://www.egestor.com.br