5 mitos sobre gestão de empresas que você precisa esquecer

O empreendedorismo vem crescendo no país graças, principalmente, aos incentivos do governo, como a simplificação tributária e a atenuação de burocracias para os pequenos negócios. No entanto, praticamente dois terços das empresas brasileiras fecham suas portas ao final de dois anos de operação — um dado um tanto quanto assustador, não concorda? Mas a verdade é que muitos desses casos acontecem por pura falta de planejamento ou de habilidade com a gestão. Que tal conhecer alguns mitos sobre gestão de empresas que podem ser fatais para seu negócio e já ir pensando em como evitá-los?

Você será seu próprio patrão

Quando você constrói um negócio, de fato até poderá ter o poder decisório nas mãos. E essa é uma grande responsabilidade, inclusive. Mas você não poderá fazer absolutamente o que bem entender. E aí está um dos principais mitos sobre gestão de empresas. A verdade é que como empreendedor você não terá somente um, mas sim um monte de patrões: os clientes, os investidores, os credores com quem você pegou dinheiro emprestado e assim por diante. Assim a liberdade acaba se restringindo à resolução dos riscos a serem driblados e em quais horários trabalhar, considerando sempre que seus clientes e investidores estarão satisfeitos.

Você trabalhará menos

Se uma das suas motivações para empreender é fugir das rígidas jornadas do seu atual trabalho, pense duas vezes, porque esse é outro mito. Estando à frente de uma empresa, você terá muitas e muitas horas de trabalho pela frente, várias vezes até entrando madrugada adentro e perdendo alguns finais de semana. Lembre-se de que você passará a concentrar a responsabilidade principal do negócio em suas mãos, tendo que tomar decisões bastante duras, para as quais precisará estudar distintos aspectos e cenários.

Mais vendas significam mais lucros

Esse é um dos mais comuns mitos sobre gestão de empresas. Guarde o seguinte: nem sempre o aumento das vendas será proporcional ao aumento dos lucros. Pode ser, por exemplo, que sua empresa esteja vendendo mais porque o preço dos produtos está bem abaixo do valor de mercado e você esteja usando essa estratégia para angariar clientes, de forma que o preço das vendas esteja praticamente igual aos preços de custo. Isso sem contar que se a empresa não tiver um controle financeiro de alto nível, o gestor sequer será capaz de identificar gastos e melhores possibilidades de investimento.

Falta de lucro é sinônimo de falência

O lucro nem sempre é o principal indicador da saúde financeira de uma empresa. O que conta mais é o fluxo de caixa, ou seja, a empresa deve ter dinheiro circulando o suficiente para cobrir os gastos com obrigações operacionais e se sustentar frente às sazonalidades do mercado. Depois de alguns meses, pode ser que o cenário mude e a empresa comece a dar enormes lucros.

Planejar demais é perda de tempo

Analisar diferentes elementos que possam influenciar seu negócio e criar planejamentos com base nessas observações só o atrasará. Não acredite em mais um dos mitos sobre gestão de empresas. Sem dúvida, planejar exige muito tempo e dedicação por parte do gestor, mas evita que se tenha uma gestão amadora na empresa. É preciso que o empreendedor, antes mesmo de tirar a ideia do papel, faça um plano de negócios e uma pesquisa acerca de sua real viabilidade.

Agora que você já sabe quais são os principais mitos sobre gestão de empresas, prepare-se para o mundo dos negócios e evite desorganização e gastos desnecessários! Quer mais informações sobre temas parecidos com esse? Então assine nossa newsletter e receba atualizações constantes!

EGestor - Software online de gestão empresarial para pequenas empresas

Escrito por eGestor
O eGestor é um software online para gestão de micro e pequenas empresas. Teste gratuitamente em: https://www.egestor.com.br