Diversas são as atribuições de um empresário. Gerenciar o negócio, liderar pessoas, analisar mercado e concorrência e ainda ter que lidar com as obrigações legais do empreendimento. Para ter um bom suporte nessas atividades, nada melhor que saber como escolher um contador de confiança.

Além de lhe fornecer suporte nas atribuições contábeis, esse profissional ajuda a aliviar suas responsabilidades. Sobrando mais tempo para você se dedicar as demais funções de um líder.

Entretanto, como existem inúmeros contadores no mercado e nem sempre eles são o que sua empresa requer, é preciso muito cuidado na hora de contratar esse serviço. Por isso, acompanhe agora nossas dicas e encontre a opção ideal para a sua empresa.

Identifique o perfil do profissional

Primeiramente, você precisa saber que há dois perfis de escritórios de contabilidade disponíveis no mercado. São eles: os generalistas e os especialistas.

O primeiro grupo concentra profissionais da contabilidade que se colocam à disposição para atender qualquer tipo de empreendimento, não importando qual é a natureza e nicho de atuação.

Já os especialistas, como o próprio nome sugere, concentram-se exclusivamente em um segmento específico de mercado. Por exemplo, há profissionais voltados ao e-commerce, no trabalho com importação, com transportadoras, entre outros.

Assim, dependendo do segmento do seu negócio, é possível contar com os serviços de profissionais aptos a oferecer experiência de mercado, ou voltados em aperfeiçoar o funcionamento da sua organização.

Crie opções e busque referências sobre elas

Uma vez que você definiu se prefere trabalhar com profissionais generalistas ou especialistas, deve criar uma lista com as opções mais interessantes. Depois disso, procure pelos atuais clientes que contam com esse serviço.

É importante que você reúna informações, a respeito de temas como o atendimento e serviços oferecido, para que possa avaliar se os preços são compatíveis com a satisfação dos clientes.

Nesse momento entra a relação custo-benefício. Procure verificar, por exemplo, se os preços baixos oferecidos não acontece por ausência de algum elemento fundamental para uma boa prestação de serviços.

Em muitos casos, é mais interessante pagar um pouco mais por um serviço contábil de qualidade, e ter um retorno posterior, do que investir em um profissional incapaz de oferecer qualquer retorno.

Ebook Crescimento Empresarial

Atente-se na qualidade técnica oferecida

Ao procurar por um serviço contábil, avalie se os candidatos apresentam adequação com o que a sua empresa espera deles. Como conseguir isso? Avalie com os outros contratantes se existe uma devida organização nos relatórios entregues e se eles são, de fato, compreensíveis.

As informações repassadas pelo contador, como gastos com impostos, folha de pagamentos, retorno sobre investimentos, entre outras, precisam ser claras e objetivas. O intuito é que mesmo sem um conhecimento aprofundado, você possa tomar as melhores decisões para o seu empreendimento.

Da mesma forma, é preciso que o contador se mostre interessado e capaz de se antecipar diante de necessidades burocráticas de sua empresa, como mudanças na legislação. Por isso, procure saber se os clientes se sentem contemplados com essa característica do profissional com quem trabalham.

Descubra como escolher um contador que atue legalmente

Ao reunir uma lista de opções, não deixe de acessar o site do Sindicato das Empresas de Serviços Contábeis (Sescon) para conferir se cada profissional ou escritório listado é filiado a ele. Isso é importante para garantir que, entre as suas opções, todas estejam atuando dentro da legalidade.

Além disso, você deve também fazer uma consulta ao Conselho Regional de Contabilidade (CRC) para conferir a inscrição dos profissionais para ter certeza de que eles são certificados.

Esse é um requisito legal para qualquer profissional que trabalhe nesse segmento. Sem essa credencial, ele não poderá, por exemplo, assinar os relatórios contábeis da sua empresa.

Visite o local em que o contador atua

Para atender às suas exigências, o serviço precisa ser de qualidade. Por isso, não deixe de conferir se o ambiente de trabalho do contador oferece estrutura física e humana para oferecer o que sua empresa necessita.

Assim, compareça ao escritório e confira se nele existem recursos modernos, como sistemas automatizados para facilitar a gestão de processos. Da mesma forma, avalie se a equipe parece ser qualificada, sendo composta por profissionais competentes e capazes de atender com agilidade seus clientes.

A organização também é essencial para o sucesso da parceria. Não deixe de avaliar isso também. É neste momento que você tem condições para conferir se a equipe funciona bem e se o ambiente permite a realização de um bom trabalho.

Teste os canais de comunicação

Ao fechar negócio com um serviço contábil, você precisará, fundamentalmente, contar com a agilidade da equipe de atendimento, para que suas dúvidas ou problemas sejam solucionados o quanto antes.

Para tanto, não deixe de testar os canais de comunicação do escritório e se certificar de que a resposta costuma ser oferecida em tempo hábil. Bons escritórios investem pesado em atendimento para oferecer diferentes opções, seja via telefone, e-mail, sites, entre outros.

Agende uma conversa via telefone, mande e-mail para confirmar o encontro e use outras opções como redes sociais para averiguar se realmente existe um foco na qualidade de atendimento.

Saiba se sua empresa realmente precisa de um contador

Se você trabalha como microempreendedor individual (MEI), saiba que, de fato, não existe necessidade de trabalhar com um contador. Por lei, o profissional que atua nesta categoria, não é obrigado a prestar contabilidade formal, o que o desobriga também a contratar um serviço contábil.

Isso não significa que você não precisa prestar contas a respeito de sua empresa aos órgãos responsáveis. Anualmente, o MEI deve fazer uma declaração do quanto faturou no ano anterior na página do Simples Nacional.

Além disso, ele não pode deixar de contribuir mensalmente com o Documento de Arrecadação Simplificada do MEI (DAS) para se manter em dia com as obrigações de sua categoria.

Ao garantir a organização necessária para atender a essas duas exigências, o MEI não precisa de um contador, entretanto, se houver o interesse em trabalhar com um profissional contábil para aperfeiçoar a gestão, nada o impede de fazer esse investimento.

Gostou das dicas sobre como escolher um contador? Então não deixe de seguir nossas páginas nas redes sociais para obter outras informações úteis!

Escrito por eGestor

O eGestor é um software online para gestão de micro e pequenas empresas.
Teste gratuitamente em http://www.egestor.com.br