fbpx

Loja Agropecuária: Veja o passo a passo para montar uma

A agricultura é um dos setores que mais contribui para o crescimento do PIB do Brasil, o que corresponde por 21% da soma de todas as riquezas produzidas. A cadeia produtiva de alimentos, porém, encontra espaço para evoluir mais ainda no país.

O clima diversificado, a grande quantidade de água doce disponível e a qualidade do solo contribuem para o promissor cenário da agropecuária, que abrange não apenas o plantio e a criação em pastos.

Além disso, o setor de comércio é o que mais movimenta a economia do país. Dessa forma, unir as duas frentes é a fórmula para um negócio de sucesso!

Como qualquer outro tipo de empresa, abrir uma agropecuária demanda planejamento, responsabilidade e gestão estratégica.

Passo a passo para montar uma agropecuária

  • Documentação
  • Plano de Negócios
  • Licença
  • Lucro
  • Localização
  • Produto
  • Equipamentos
  • Funcionários
  • Divulgação
  • Gestão
montar uma loja agropecuária

Documentação para abrir uma agropecuária

Para abrir um negócio são necessários passos simples, mas muito importantes. Deve ser definido o porte da empresa, a sua natureza jurídica e o regime tributário.

Porte da empresa

O porte da empresa é definido pelo órgão que a analisa, dessa forma, os principais portes de acordo com os órgão são:

IBGE
  • Comércio e serviços
    • Microempresa: até 9 funcionários
    • Pequeno Porte (EPP): de 10 até 49 funcionários;
    • Médio Porte: de 50 até 99 funcionários;
    • Grande Porte: mais de 100 funcionários.
  • Indústria
    • Microempresa: até 19 funcionários
    • Pequeno Porte (EPP): de 20 até 99 funcionários;
    • Médio Porte: de 100 até 499 funcionários;
    • Grande Porte: mais de 500 funcionários.
ANVISA
  • Microempresa: até R$ 360 mil;
  • Pequeno Porte (EPP): entre R$ 360 mil e R$ 4.8 milhões;
  • Médio Porte (Grupo IV): igual ou inferior a R$ 6 milhões;
  • Médio Porte (Grupo III): entre R$ 6 milhões e R$ 20 milhões;
  • Grande Porte (Grupo II): entre R$ 20 milhões e R$ 50 milhões;
  • Grande Porte (Grupo I): superior a R$ 50 milhões.

Natureza jurídica

A natureza jurídica de um negócio define as regras que a empresa deve seguir baseado no seu tipo de pessoa jurídica. Ou seja, isso significa que ela define se a agropecuária pode ter mais de um sócio ou não. Então, os tipos de natureza jurídica são:

  • Microempreendedor Individual (MEI): O Microempreendedor Individual, ou MEI, é a natureza jurídica que tem apenas um dono, não podendo ter sócios. As regras para essa natureza são mais simples quando comparado com outras naturezas: seu faturamento máximo é de R$ 81 mil e ele pode ter apenas 1 funcionário;
  • Empresário Individual (EI): O Empresário Individual, ou EI, não pode ter sócios e o patrimônio da empresa e do empresário são vinculados.
  • Sociedade Limitada Unipessoal (SLU): A Sociedade Limitada Unipessoa, ou SLU, não exige sócios, tem o seu capital social menor e o patrimônio da empresa não está vinculado ao pessoal.
  • Sociedade Anônima: A Sociedade Anônima é uma sociedade onde todos os sócios são acionistas. Nela há venda e compra de ações, podendo ser na bolsa ou apenas para convidados.
  • Sociedade Empresária Limitada (LTDA): A Sociedade Empresária Limitada, ou LTDA, é uma natureza jurídica com sócios, que podem ser pessoas físicas ou jurídicas, e que tem o capital dividido em cotas. Sua administração pode ser exercida por um dos sócios ou um não sócio.

Regime tributário

No Brasil existem 3 tipos de regimes tributários: Simples Nacional, Lucro Real e Lucro Presumido. Dessa forma, baseado no faturamento que a empresa tem, o regime tributário indica os valores que a empresa deve pagar de impostos.

  • Simples Nacional: Pode optar pelo Simples empresas que faturam até R$ 4,8 milhões por ano. Quem opta pelo Simples Nacional paga seus impostos através da DAS, que unifica os 8 impostos principais.
  • Lucro Presumido: O regime do Lucro Presumido pode ser adotado por empresas que faturam entre R$ 3,6 e 78 milhões no ano. Os impostos pagos são calculados com base no que se supõe que a empresa tem de lucro.
  • Lucro Real: Podem optar pelo Lucro Real empresas que faturam acima de R$ 78 milhões anualmente. O valor pago em impostos tem como base o que a empresa tem de lucro.
montar uma loja agropecuária

Agropecuária pode ser MEI?

Não, uma agropecuária de CNAE 4692-3/00 Comércio atacadista de mercadorias em geral, com predominância de insumos agropecuários não pode ser MEI.

Plano de negócios

Um plano de negócios é um documento que descreve dados importantes do negócio, servindo como guia. Assim, o plano de negócios possui informações sobre o mercado de atuação, análise da concorrência e projeções financeiras, por exemplo.

Para uma loja agropecuária, um plano de negócios bem estruturado pode ajudar a definir o público-alvo, o local onde a loja será inserida, o investimento necessário, os gastos iniciais e o tempo de retorno lucrativo, por exemplo.

Além disso, o plano de negócios pode ajudar a entender como será o fluxo de caixa no dia a dia da loja, quais as principais despesas desse tipo de comércio, se elas são compensadas pela receita das vendas, qual o lucro esperado, estabelecer limites de custos e despesas, e traçar a disposição para reinvestir no negócio.

Licenças para uma loja agropecuária

As principais licenças que uma loja agropecuária precisa são:

  • Registo na Junta Comercial
  • Cartão de CNPJ registrado pela Receita Federal
  • Registro na SEFAZ
  • Alvará de Funcionamento da Prefeitura
  • Alvará da Vigilância Sanitária
  • Registro no Corpo de Bombeiros

Qual o lucro de uma loja agropecuária?

A margem de lucro de uma loja agropecuária varia entre 12 e 22%. O lucro líquido da empresa pode variar de acordo com o tamanho da loja e com a margem de lucro. Ainda, é preciso levar em consideração promoções, na hora de identificar o real lucro.

Calculadora de Preço de Venda

Quanto custa abrir uma agropecuária?

O valor para abrir qualquer negócio varia dependendo do tamanho. Entretanto, o custo médio para abrir uma agropecuária pode ficar em torno de R$ 30 mil até 120 mil.

Entretanto, o custo de abrir uma agropecuária pode variar dependendo da região do país e dos custos iniciais, como aluguel ou aquisição do imóvel, expositores, balcão, equipamentos e estoque inicial.

Vale a pena abrir uma loja agropecuária?

Sim, vale a pena abrir uma loja agropecuária. Esse pode ser um empreendimento lucrativo, contanto que sejam considerados os custos iniciais e a concorrência, por exemplo. Esse negócio, por possibilitar um mix diverso de produtos, acaba por não ter um grande capital inicial. Assim, isso significa um menor risco, trazendo uma ótima perspectiva para quem está abrindo um negócio.

Localização de uma agropecuária

É importante ter muita atenção na localização de um agropecuária, uma vez que ela precisa estar em um lugar acessível aos clientes. Além disso, a localização deve ser próxima de fornecedores e produtores rurais para garantir um bom suprimento de produtos.

Produtos de uma agropecuária

Seja na área rural ou nas grandes cidades, as lojas agropecuárias encontram espaço para crescimento pela variedade de produtos que oferecem. Por ser um setor que abrange muitas áreas, a lista de artigos que podem ser comercializados é bem grande.

É preciso ter atenção com a qualidade e o armazenamento, assim como com o estoque, já que a rotatividade por temporadas é bem comum. Portanto, veja uma lista com alguns itens que podem ser vendidos:

  • Fertilizantes, adubos e produtos para plantio
  • Medicamentos para animais de pequeno e médio porte
  • Rações e alimentos para animais
  • Mudas e sementes
  • Acessórios de montaria
  • Peças e equipamentos para meios de transporte utilizados no agronegócio
  • Produtos para prevenção e controle de pragas
  • Produtos para a limpeza de animais

Para as lojas que estão inseridas na zona urbana, uma possibilidade é também trabalhar com a venda de produtos que geralmente são comercializados em pet shops. O mercado de animais domésticos mostra grande ascensão no país. Por isso, alimentos, brinquedos e acessórios para gatos, cachorros e aves que costumam viver em residências são muito procurados.

Gestão do negócio

Um planejamento financeiro montado junto com o plano de negócios permitirá visualizar a situação econômica da futura empresa a partir da projeção de receitas e despesas. Mas depois de aberta, como gerenciar as questões administrativas da loja? Um software de gestão empresarial pode ajudá-lo a prevenir problemas e controlar todas as áreas da empresa.

O eGestor é um sistema online que auxilia em questões fundamentais sem burocracia, como fluxo de caixa, controle de estoque, registro de entrada e saída de produtos, emissão de nota fiscal e relatórios, por exemplo.

A grande vantagem do software é a facilidade de manuseio, já que não precisa ser instalado e pode ser acessado direto no navegador – basta apenas uma internet ativa. O custo-benefício é outra característica que tem atraído muitos empresários para o produto.

Todo o controle financeiro da empresa pode ser feito pelo eGestor, desde a fiscalização do caixa até as contas a pagar e receber. O sistema também oferece a funcionalidade de monitorar a comissão dos vendedores. Para tratar questões burocráticas, como pagamento de impostos, tributos e salários de funcionários, é indicada a contratação de um contador.

montar uma loja agropecuária

Funcionários da loja

Fique atento à legislação. Para a prescrição de agrotóxicos e fitossanitários, é obrigatório ter um engenheiro agrônomo no local. O profissional é qualificado para prestar um atendimento personalizado e de acordo com as necessidades do cliente.

Para as demais áreas, é importante buscar pessoas que já tenham experiência em trabalhos semelhantes. No entanto, isso não impede dar oportunidade a novos talentos.

Divulgação do seu negócio

Quando espalham por aí que a “propaganda é a alma do negócio”, não há precipitação. A qualidade dos serviços, a variedade de itens comercializados e o atendimento funcionam como uma carta de apresentação. No entanto, é importante investir em estratégias de marketing e publicidade para alavancar o empreendimento. Seja nas redes sociais ou mesmo em meios mais tradicionais, divulgue ofertas, produtos em destaque e crie uma boa imagem para a sua empresa. Participar de feiras e eventos agropecuários também é uma boa oportunidade para divulgar o negócio.

A partir do ponto onde a loja está instalada, é possível mapear a necessidade dos clientes e investir nos artigos que mais interessam o público-alvo. Essa é uma ótima estratégia, porque um cliente bem atendido tende a compartilhar a experiência.

Considerações finais

Se você está pensando em montar uma agropecuária, o plano de negócios é essencial para definir o público-alvo e o local onde a loja será inserida. Além disso, ajudará a entender qual é o investimento necessário, os gastos iniciais e o tempo de retorno lucrativo. Com isso, será possível elaborar a infraestrutura do comércio.

Nesse processo, será definida a identidade visual e o nome da empresa, as formas de entrega, os equipamentos, a captação de clientes e o acesso ao local. O investimento em boas instalações é inquestionável, pois a organização é um fator importante para conquistar e fidelizar clientes. Portanto, valorize o espaço da sua loja.

Banner-conversao-eGestor-blog
Início 9 Empreendedorismo 9 Loja Agropecuária: Veja o passo a passo para montar uma
Escrito em: 11/01/17
<a href="https://blog.egestor.com.br/author/pedro-henrique-escobar/" target="_self">Pedro Henrique Escobar</a>

Pedro Henrique Escobar

Pedro Henrique Escobar é formado em Administração e gerente de marketing no eGestor. O eGestor é uma ferramenta online para gestão de micro e pequenas empresas. Teste gratuitamente em: eGestor.

Comentários:

Compartilhe seu comentário, dúvida ou sugestão!

1 Comentário

  1. Joel Santos da Silva

    Muito bom

    Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode gostar…

Controle financeiro empresarial: Como fazer passo a passo

Passo a passo para fazer o controle financeiro da sua empresa Faça o controle do fluxo de caixa Separe custos e receitas Planejamento de recebimentos e pagamentos Registre todas as operações financeiras Tenha um orçamento bem estruturado...

Nota fiscal eletrônica: tudo o que você deve saber [ATUALIZADO]

A Nota Fiscal Eletrônica (NF-e) é um documento cuja função é atestar a venda de um produto ou a prestação de um serviço. Ela foi desenvolvida com o objetivo de substituir alguns sistemas de impressão de documentos fiscais em papel. Assim...

ERP: O que é e vantagens [GUIA COMPLETO]

Teste Grátis A administração de uma empresa acontece diariamente, com processos e controle que devem ser feitos a todo momento. Esses processos são o que mantém a empresa funcionando, e esse controle é o que mantém as contas em dia e os...

Guia do MEI: Tudo sobre o MEI – Blog do eGestor

O MEI (Microempreendedor Individual) é um tipo de empresa voltado para formalização de profissionais autônomos. O custo para abrir um MEI é zero. Os impostos pagos pelo MEI são o ICMS, pela venda de mercadorias, o ISS, por prestação de...

Fluxo de Caixa: Guia de como fazer o da sua empresa

O que é o fluxo de caixa?O fluxo de caixa é o controle de todos os valores que entram e saem do financeiro da empresa. Qual o objetivo do fluxo de caixa?O objetivo do fluxo de caixa é garantir a saúde financeira do negócio, assegurando...

NFC-e (Nota fiscal de consumidor eletrônica) [Atualizado]

Emitir NFC-e Todo produto ou serviço vendido, deve ter sua comprovação fiscal e um dos meios de atestar essa transação é a nota fiscal. Afinal, ela dá segurança tanto à empresa que vende o produto, quanto ao consumidor que o compra....

Controle de Estoque: Como fazer um controle profissional

Porque o controle de estoque é tão importante para a empresa? O estoque é o principal ativo de uma empresa, sendo a forma mais importante de fazer dinheiro. Por isso, ter total atenção a gestão do estoque é de extrema importância. Se a...

Nota Fiscal de Serviço Eletrônica (NFS-e): o que é e quem emite

A NFS-e, ou Nota Fiscal de Serviço Eletrônica, é um dos tipos de notas fiscais que existe juntamente com a nota fiscal, a nota fiscal do consumidor e o conhecimento de transporte. Elas são úteis para empresas que tem como uma das funções...

Gestão empresarial: guia definitivo para o sucesso do seu negócio

Toda empresa precisa ter um objetivo, uma missão maior que guie todas as suas atividades. Independente de qual for esse objetivo, ele tem tudo a ver com a gestão empresarial. Isso porque é através de uma gestão empresarial competente e...

Faturamento: O que é, como calcular e aumentar o seu

Porque o faturamento é tão importante para a empresa? Porque ele é o dinheiro que a empresa recebeu em um período, que mostra se ele foi bom ou não. Acompanhar o faturamento se sabe quanto a empresa pode gerar de capital. Ele também é...