Controle financeiro em tempos de crise: a importância para as empresas

O impacto do novo Coronavírus não está apenas afetando o bem-estar da sociedade, como também sua economia, fazendo com que inúmeras organizações percam o fôlego e considerem, até mesmo, fechar as portas.

No entanto, apesar das adversidades, isso não significa que chegou a hora de desistir. Reduzir os gastos da empresa e criar uma nova estratégia financeira é o melhor caminho a percorrer. E, para isso, as organizações precisam acelerar suas ações, com o intuito de proteger os resultados financeiros e garantir a sobrevivência no mercado.

Mas, afinal, qual seria o melhor método de realizar um controle financeiro eficaz e, dessa maneira, fazer a diferença no seu caixa em tempos de crise? Entenda agora, implemente já esta prática e salve a sua companhia:

A importância do controle financeiro

O controle é um dos aspectos mais importantes nos negócios. Para iniciar ou mesmo administrar um negócio de sucesso, você precisará de excelentes conhecimentos em gestão financeira. Ele se refere ao planejamento estratégico, organização, direção e controle de empreendimentos financeiros em uma organização ou instituto.

Também inclui a aplicação de princípios de gerenciamento aos ativos financeiros de uma organização, além de desempenhar um papel importante no gerenciamento fiscal.

Ele produzirá determinados resultados, incluindo orçamentos operacionais e de capital, relatórios contábeis, relatórios de capital de giro, previsões dos fluxos de caixa e análises com base nas considerações de vários cenários. Os dados financeiros em si podem ser analisados de várias maneiras, incluindo avaliação de tendências, análise de proporção e modelagem financeira.

Fortes controles financeiros permitirão relatórios financeiros confiáveis em toda a organização, o que permitirá um gerenciamento financeiro mais sólido da operação. Controles fortes também proporcionam maior tranquilidade de que os dados contábeis estejam corretos e o dinheiro esteja melhor protegido contra possíveis fraudes.

Isso, por sua vez, permite maiores lucros para as operações. E, vamos ser sinceros, quem não gostaria disso durante essa economia atual, não é mesmo?

Planilha de controle Financeiro gratuita

Os objetivos desta prática

Quem faz o uso do controle financeiro tem, certamente, algumas metas que quer alcançar. Por isso, ao implementá-lo, é preciso compreender que os objetivos desta prática são:

  • Uso econômico de recursos: eles visam avaliar e coordenar as atividades financeiras. Isso ajuda a evitar o vazamento de fundos e, assim, o retorno desejado dos investimentos pode ser realizado.
  • Preparação do orçamento: eles ajudam a gerência a preparar o orçamento para um departamento específico. Os orçamentos fornecem uma base para comparar o desempenho real com o desempenho padrão.
  • Manutenção de capital adequado: ele mostra a maneira de manter o capital adequado. Ou seja, a implementação adequada do controle financeiro verifica a adequação do capital e, portanto, os males da sobrecapitalização ou subcapitalização podem ser evitados.
  • Maximização do lucro: eles obrigam a administração a procurar fundos de fontes mais baratas e a aplicar eficientemente os referidos fundos para levar à maximização do lucro.
  • Sobrevivência dos negócios: um bom sistema de controle financeiro garante a utilização adequada dos recursos. Isso cria uma base sólida e sólida para a existência de uma organização.

E existem muitos outros, assim, a empresa se torna mais segura e confiante, seus padrões operacionais e processos de tomada de decisão são mais fortes.

Um método ímpar para momentos de crise

Uma crise pode ter impactos imediatos e de longo prazo na sua gestão financeira empresarial, especialmente porque os consumidores podem estar passando por uma redução ou uma interrupção na renda, o que, naturalmente, irá gerar consequências na frequência em que eles consomem seus bens e produtos.

Por isso, pode ser indispensável criar um planejamento de controle financeiro, associado a um plano de gerenciamento de crises. Essa tática de salvação, inclusive, deve ser abordada com a equipe de liderança, a fim de coletar informações, estabelecer metas e encontrar formas de fazer a diferença dentro de todas as questões monetárias da empresa.

Lembre-se que intervir imediatamente pode ser significante para que a crise não se agrave ainda mais. Além disso, tomar esta atitude permitirá que você se concentre na recuperação de sua organização, focando nos resultados e em novas estratégias que angariem benefícios.

Uma estratégia repleta de benefícios

Essencialmente, existe um sistema de informações de gerenciamento financeiro para acumular dados financeiros e analisá-los para permitir que os tomadores de decisão da empresa tomem melhores decisões. Embora cada sistema tenha certos pontos fortes e recursos exclusivos, há certas funções de um sistema de informações financeiras comuns à maioria dos sistemas:

  • Coleta de informação: o sistema de controle financeiro coleta informações de maneira precisa, oportuna, completa, confiável e consistente. Isso é indispensável para os tomadores de decisões das organizações.
  • Relatórios de gerenciamento: ele fornece relatórios de gerenciamento em níveis precisos. Esses podem ajudar o gerenciamento da empresa a tomar decisões de alto nível para a direção da empresa.
  • Declarações financeiras: o controle financeiro facilita a preparação de demonstrações financeiras, usando informações precisas e confiáveis, que podem ser obtidas no sistema de informações de gerenciamento financeiro.
  • Oferece informações para orçamento, análise e relatórios: essas são três funções importantes de alto nível em qualquer empresa e só podem ser efetivamente executadas se os dados produzidos forem precisos e confiáveis, como seria de esperar, um sistema de informações de gerenciamento financeiro que funcione adequadamente.
  • Evita fraudes e erros: controles financeiros fortes não apenas ajudam a prevenir e detectar fraudes, mas também ajudam a detectar erros nos relatórios contábeis e gerenciais. Esses podem induzir o gerenciamento a tomar uma decisão incorreta, podendo custar muito dinheiro.

Faça a implementação agora mesmo

Quando uma empresa está em crise e o problema é apenas pontual, é mais fácil se recuperar. No entanto, quando todo o país sofre com a economia, é preciso ter em mente que a questão é generalizada e, por este motivo, pode ser difícil se manter de pé.

Por isso, a ideia de aderir a um controle financeiro pode ser fundamental para conseguir identificar se a sua organização está saindo do orçamento, o quanto pode gastar e o quanto tem. Ademais, essa é uma forma útil de organizar o caixa, sabendo o que é lucro, o que precisa entrar em uma reserva de emergência e quais gastos extras podem ser mitigados de uma vez por todas.

Isso acontece porque quando falamos de controle financeiro em nível estratégico, estamos nos referindo ao processo de olhar para sua própria companhia, compreendendo o planejamento orçamentário e estratégico da organização, com o intuito de garantir que todos os objetivos sejam devidamente concluídos.

Sendo assim, esta pode ser uma oportunidade não apenas de se reestruturar, como também de evitar surpresas de última hora no fim do ano fiscal, detectar desvios nos orçamentos e tomar as medidas apropriadas para equilibrar as finanças, sem que a crise mundial seja responsável por te deixar no vermelho.

eGestor - Software online de gestão empresarial para pequenas empresas

Escrito por eGestor
O eGestor é um software online para gestão de micro e pequenas empresas. Teste gratuitamente em: https://www.egestor.com.br