Modelo de recibo: Quais são eles e como emitir um

Os recibos são documentos importantes que dão mais segurança ao prestador de serviço e ao contratante a respeito do serviço negociado entre as duas partes. É a garantia de que determinada dívida foi realmente paga e impede cobranças indevidas futuramente, além de outras vantagens. Vamos falar mais sobre o modelo de recibo e sua importância a seguir.

O que é um modelo de recibo

O modelo de recibo é uma demonstração de como deve ser feito o pagamento de determinado serviço negociado. Como o próprio nome diz, o modelo de recibo é uma sugestão com informações básicas, mas que podem variar de acordo com o tipo da transação. Conheça alguns modelos no final deste artigo.

Os recibos devem ser emitidos sempre em duas vias. Uma via fica com o prestador de serviço enquanto a outra via deve ficar com o contratante.

Importância do modelo de recibo nas empresas

Os modelos de recibo são fundamentais para comprovar o pagamento de um trabalho executado. Além disso, o recibo também é uma maneira de manter o controle das finanças, principalmente quando há muitas negociações com prestadores de serviços.

Outro motivo pelo qual é importante fazer um recibo de pagamento é o apoio que a empresa terá caso tenha que exigir algum reparo ou resultado do serviço recebido. Imagine que a empresa X contrata o serviço de um pedreiro, faz o pagamento e tudo é registrado mediante o recibo.

Mas o profissional não concluiu o serviço como deveria. Usando o documento que confirma o pagamento, a empresa terá todo o respaldo necessário para exigir que o combinado seja executado, já que ela tem provas do que foi acordado.

Diferença entre recibo e nota fiscal

Muitas pessoas acreditam que os dois documentos são a mesma coisa, mas não é verdade. A principal diferença entre o recibo e a nota fiscal é a finalidade. O recibo registra o pagamento de um serviço que pode ser um trabalho executado, um aluguel, uma doação ou até mesmo um empréstimo.

Já a nota fiscal registra a transferência de um produto de uma empresa para outra ou de uma empresa para uma pessoa física.

Outra diferença está na emissão dos documentos. Apenas os profissionais liberais ou autônomos é que podem emitir o recibo para registrar que estão recebendo um determinado valor pelos serviços que estão prestando. No caso da nota fiscal, quem emite é uma empresa.

Mais uma diferença entre nota fiscal e recibo é o recolhimento de impostos. Ao emitir uma nota fiscal, imediatamente a empresa estará pagando os impostos devidos aos órgãos fiscalizadores, o que é uma obrigação sujeita a sanções se não for cumprida.

Já com relação ao recibo, não há essa cobrança automática. O que existe é a obrigatoriedade do autônomo de pagar seus impostos ao governo por exercer atividade remunerada e os recibos ajudam a comprovar essa atuação no mercado.

Quando é preciso emitir recibo ou nota fiscal

Sempre que um profissional autônomo prestar qualquer tipo de serviço para uma empresa ou para uma pessoa física, deve emitir o seu recibo confirmando que recebeu determinado valor para executar sua atividade.

A nota fiscal deve ser emitida quando uma empresa vende um produto para outra empresa ou para o consumidor comum. A nota confirma a nova propriedade do produto a partir daquele momento.

Modelos de recibo

Há diferentes tipos de recibos de acordo com o tipo de transação realizada. Veja a seguir os modelos de recibo mais comuns no mercado.

Exemplo de Modelo de Recibo do sistema eGestor

Recibo simples

É o recibo mais usado para negociações simples. O documento deve conter nome e CPF das partes envolvidas, o valor que está sendo pago em números e por extenso, a identificação do pagamento, a data do documento, nome e assinatura do recebedor.

Recibo de pagamento complementar

Pagamento complementar é aquele acrescido a um valor anteriormente acordado. Além de todas as informações do recibo simples, este modelo deve conter a especificação do pagamento que está sendo feito que, no caso, é um acréscimo.

Recibo de aluguel

Como o nome já diz, o modelo de recibo diz respeito à locação de imóveis ou equipamentos. Além das informações pessoais, também é preciso relatar o endereço do imóvel ou características do equipamento alugado.

Recibo de entrada

Nesse caso, o pagamento faz referência à parte do pagamento total, que chamamos de entrada. Geralmente é usado para serviços parcelados e que exigem uma entrada para o prosseguimento da transação.

Recibo de quitação da dívida

Esse tipo de documento deixa claro que parte de uma dívida ou a sua totalidade foi quitada com aquele valor. Para isso, é preciso listar no recibo todas as informações importantes como dados pessoais dos interessados, valor da dívida e definição do pagamento total ou parcial.

Recibo para pagamento de mão de obra

Outro modelo de recibo muito comum é o que determina o pagamento pela contratação de mão de obra na execução de alguma atividade.

Como emitir um recibo

Os recibos são muito comuns, afinal, eles atestam um tipo de pagamento realizado. 

Eles podem ser feitos tanto à mão, se necessário, mas também podem ser gerados automaticamente em um sistema de gestão.

Por que é importante guardar seus recibos

Como dissemos, o recibo é de extrema importância para as empresas e também para os profissionais liberais. O documento é uma prova de que o indivíduo está exercendo uma atividade remunerada e será muito útil quando requisitar benefícios sociais do Governo.

Além disso, os recibos livram ambas as partes de cobranças indevidas, seja por esquecimento ou má fé de algum envolvido na transação.

Outra razão pela qual é importante guardar seus recibos é para que haja um controle maior sobre as finanças do profissional autônomo. Com esses documentos em mãos, é possível perceber se o valor cobrado está de acordo com o mercado ou está ultrapassado, por exemplo.

Também é uma maneira de perceber como esse profissional está sendo remunerado pelo trabalho que exerce, fazendo com que ele perceba se está ganhando bem, se os rendimentos são satisfatórios, se precisa se empenhar mais ou dar um destino melhor ao que ganha etc.

Considerações finais

O modelo de recibo é um documento valioso para quem presta um serviço e também para quem contrata. É uma maneira não só de controlar negociações, mas também de gerenciar as finanças, especialmente dos profissionais liberais. Os recibos atendem às diferentes necessidades e, para que cumpram todo o seu papel, devem ser sempre bem guardados.

eGestor - Software online de gestão empresarial para pequenas empresas - Modelo de recibo

Escrito por eGestor
O eGestor é um software online para gestão de micro e pequenas empresas. Teste gratuitamente em: https://www.egestor.com.br