Das principais ferramentas de gestão que uma empresa pode usar, são as de controle de qualidade. Existem 7 ferramentas de controle de qualidade que os empresários devem utilizar. Uma delas é o diagrama de Ishikawa. Ele ajuda a encontrar os problemas pequenos que levam a problemas maiores, ou suas causas.

Confira o que é esse diagrama, como fazer e os benefícios que ele pode trazer pela sua empresa!

O que é o Diagrama de Ishikawa

O diagrama de Ishikawa também é conhecido como Diagrama Espinho de Peixe, Diagrama Causa e Efeito ou Diagrama dos 6Ms. Ele foi desenvolvido pelo engenheiro químico Kaoru Ishikawa no ano de 1943, e com o passar dos anos foi sendo aperfeiçoado.

Seu outro nome, Diagrama Espinho de Peixe, vem da sua aparência. Ou seja, quando o diagrama é montado, ele se parece com um espinho de peixe. Já Diagrama Causa e Efeito vem da sua intenção, já que neles são dispostas as causas e seu respectivo efeito. O nome Diagrama dos 6Ms vem dos 6 problemas que normalmente são inseridos no diagrama, como mostraremos abaixo.

A função do diagrama é identificar um problema e as causas desse problema. Dessa forma, é possível melhorar a tomada de decisões para então, solucionar o problema da melhor forma possível. O diagrama da uma visão mais ampla de como os problemas acontecem e como a equipe pode resolver as causas, fazendo com que elas não se tornem um problema. Ele também pode ser utilizado na fase de Planejamento do Ciclo PDCA.

6Ms

Para montar o diagrama, será necessário definir quais serão os espinhos do peixe. O método propõe 6 categorias para que as causas sejam divididas. São elas:

  • Máquina: São todas as causas que envolvem o maquinário da empresa. Ou seja, se o problema for com relação ao produto produzido, a máquina pode ser um dos maiores problemas. 
  • Materiais: Se refere a todos os problemas causados por materiais ou matérias-primas dos produtos. Isso, porque, se há algum problema com um dos componentes do produto, quando pronto, o produto terá algum defeito ou problema.
  • Mão de obra: Está relacionada aos colaboradores da empresa. Assim, suas condutas podem ser consideradas causas de um problema.
  • Medidas: Relacionado a todas as medidas tiradas em todos os setores da empresa. Também, a como elas são utilizadas para medir o desenvolvimento da empresa.
  • Meio-ambiente: Tudo relacionado ao ambiente da empresa. Seja a poluição física, sonora ou visual da empresa. Dessa forma, qualquer coisa que torne o espaço de trabalho estressante pode ser uma causa para um problema. 
  • Método: Envolve qualquer método que pode causar um erro. Ou seja, se o método como o produto é montado causa danos no produto final, ele pode ser uma causa de um problema, por exemplo.

Essas são algumas das divisões apresentadas pelo método. Mas, podem ser utilizadas outras que se encaixam melhor com a empresa. Assim como não é necessário utilizar todas. Tudo depende do problema principal.

4Ps

Ainda, na gestão de pessoas, podem ser usados os 4Ps para definir as categorias de causas de um problema. A evolução do método propõe os seguintes Ps:

  • Políticas: são as regras e preceitos utilizados.
  • Procedimentos: são métodos empregues.
  • Pessoas: quem está envolvido.
  • Planta: são as causas do problema que estão relacionadas a estrutura e ordenação.

Como fazer o Diagrama de Ishikawa

Para montar o diagrama de Ishikawa é necessário definir alguns pontos. Normalmente a primeira fase começa com a escolha do problema a ser analisado. Após, pode ser realizado um brainstorm para cada M do 6M citado acima. Assim, se verifica quais as causas encontradas nesse processo que realmente são importantes e fazem o problema. A partir disso, é possível inserir as causas encontradas no brainstorm no diagrama.

É importante lembrar que nem todos os Ms precisam ser utilizados, afinal, nem todo problema possui todas essas causas.

Seu diagrama vai ficar parecido com o exemplo abaixo:

Imagem 1 - Exemplo do Diagrama de Ishikawa, Diagrama Espinho de Peixe ou Diagrama 6M.

Imagem 1 – Exemplo do Diagrama de Ishikawa, Diagrama Espinho de Peixe ou Diagrama 6M.

Quando seu diagrama estiver pronto, você terá uma visão muito mais clara e ampla do problema que está tratando. Isso, porque é possível identificar de forma mais rápida e fácil como solucionar tais causas. Fazendo assim, com o que o problema seja resolvido.

Benefícios de utilizar o Diagrama

Criado com o intuito de melhorar a organização e a solução de problemas, o diagrama possui diversos benefícios ao ser utilizado por uma empresa. Dentre suas vantagens estão:

  • Melhor visibilidade: Quando se consegue enxergar de forma mais ampla todas as causas do problema, se torna mais fácil resolvê-las.
  • Fácil de utilizar: O diagrama não necessita nenhuma ferramenta ou métodos complexos. Sua montagem também é feita de maneira simples. Assim, não é necessário nenhum gasto ou esforço em sua montagem e análise. Além de ser uma ferramenta de analise acessível para todos. 
  • Amplo uso: Também por seu uso ser facilitado e não requerer nenhum custo nem muito trabalho, o diagrama pode ser utilizado para todos os tipos de problemas. Assim como pode ser utilizado em qualquer tipo de empresa, em qualquer setor e de qualquer ramo. Inclusive, esta ferramenta não é voltada apenas para empresas, podendo ser utilizada por pessoas físicas, também, em qualquer tipo de problema.
  • Trabalho em equipe: O Diagrama de Ishikawa foi desenvolvido para ser realizado em equipe, uma vez que a identificação das causas é facilitada, dessa forma. E, sendo assim, é possível visualizar causas que sozinho não se encontraria, como opiniões contrárias e outras ideias. Além, é claro, de aprimorar o trabalho em grupo realizado pela empresa. O que também coloca os funcionários a par das situações que acontecem dentro da empresa. 

Considerações finais

O diagrama de Ishikawa foi criado com o propósito de aprimorar a gestão da sua empresa. O utilizando, é possível solucionar um problema de forma simples e facilitada. Ele se torna útil para todos os âmbitos de um negócio, mas não apenas para a empresa, pode ser utilizado também em questões pessoais.

É sempre importante estar atento a gestão da sua empresa. A partir disso é possível definir se a sua empresa caminha para o sucesso ou fracasso. E, uma das formas mais garantidas de manter esse controle é a partir de um sistema de gestão. Como o eGestor. Dessa forma é possível manter o controle de todas as áreas de uma empresa totalmente integradas. Assim, como também é possível emitir notas fiscais e ter relatórios que poderão ajudar a montar seu diagrama!

Teste o eGestor grátis por 15 dias!

Banner eGestor

Escrito por eGestor
O eGestor é um software online para gestão de micro e pequenas empresas. Teste gratuitamente em: https://www.egestor.com.br