fbpx

Entenda por que as empresas vão à falência

No Brasil, muitos negócios abrem e fecham suas portas quase com a mesma velocidade. E os dois primeiros anos são sempre os mais críticos. Mas por quais razões isso acontece? Pois leia este post e descubra exatamente por que as empresas vão à falência, além de aprender algumas dicas para fugir desses problemas e aumentar as chances de o seu negócio se tornar um sucesso no mercado! Então vamos lá?

Por que as empresas vão à falência?

Existem muitos fatores que levam à mortalidade prematura de empresas no país, sendo bem impressionante como os mesmos problemas são recorrentes na maioria dos casos, sobretudo quando olhamos para os pequenos e médios negócios.

A falta de conhecimento administrativo e a negligência na fase do planejamento prévio são duas das principais razões por que as empresas quebram. Muitos empreendedores desconhecem, por exemplo, a quantidade mínima de clientes para manter o negócio, os hábitos de consumo dos seus consumidores ou o capital de giro necessário para começar a se aventurar no mercado.

Em seguida aparece a pouca habilidade com liderança e a falta de traquejo com o empreendedorismo em geral, que podem fazer com que uma excelente ideia simplesmente não dê certo na prática. Os erros no controle do fluxo de caixa e a má avaliação do cenário econômico também podem levar o gestor a erros graves em suas tomadas de decisão.

Como evitar essas falhas?

A primeira coisa a se fazer é elaborar um bom plano de negócios e ter uma estratégia antes mesmo de o processo de abertura da empresa começar a andar. Porém, se você pulou essas etapas e sua companhia já está operando, faça-o o quanto antes! Assim você entenderá quem é seu público-alvo, como lidar com sua concorrência e a melhor maneira de realizar qualquer ação ou investimento.

É essencial ainda separar bem as finanças pessoais das finanças da empresa, além de potencializar o controle financeiro do negócio. Gestores que costumam achar que sabem de tudo e tomam suas decisões sozinhos também podem ser uma explicação para por que as empresas vão à falência. E nem pense que ter a assessoria de um contador ou agente financeiro é jogar dinheiro fora, viu?

Em que detalhes devo prestar atenção?

É preciso organizar metas e prazos para todos os colaboradores da empresa e checar se esses resultados foram devidamente alcançados. O gestor nunca deve tomar decisões quando tem poucos dados e informações para fundamentá-las. Por isso, vale a pena analisar os cenários futuros a partir de simulações e conversar com outras pessoas que tenham conhecimentos extras.

Evite contratar familiares ou pessoas próximas para ocupar cargos importantes a não ser que elas realmente tenham aptidão e cumpram os pré-requisitos para a função. Tenha atenção com os gastos da empresa, mas também com as datas e os volumes de entradas de recursos, a fim de entender se haverá equilíbrio financeiro.

Como descobrir se minha empresa não vai bem?

Os sinais de que as coisas estão indo de mal a pior variam de acordo com a natureza do negócio, mas alguns indícios valem para todas as empresas. Assim, se você sente que está perdendo o comando e o respeito da sua equipe, por exemplo, pode ser que seu time não confie mais na recuperação da organização, o que torna o processo de restabelecimento muito mais complicado.

E se as contas não estão batendo com os fluxos que você pensa serem os corretos, é imprescindível fazer uma ótima revisão de seus lançamentos financeiros ou uma auditoria na companhia antes que seja tarde demais. Viu como é só ficar atento aos sinais?

5 dicas do Sebrae para o pequeno negócio não quebrar

Agora que você já sabe por que as empresas vão à falência, organize-se para garantir seu sucesso no mercado! Quer mais informações sobre temas parecidos com esse? Então assine nossa newsletter e receba atualizações constantes! E aproveite para aprender a fazer um planejamento financeiro campeão!

Banner-conversao-eGestor-blog
Início 9 Sistema de Gestão 9 Entenda por que as empresas vão à falência
Escrito em: 10/08/21
<a href="https://blog.egestor.com.br/author/pedro-henrique-escobar/" target="_self">Pedro Henrique Escobar</a>

Pedro Henrique Escobar

Pedro Henrique Escobar é formado em Administração e gerente de marketing no eGestor. O eGestor é uma ferramenta online para gestão de micro e pequenas empresas. Teste gratuitamente em: eGestor.

Comentários:

Compartilhe seu comentário, dúvida ou sugestão!

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode gostar…

Faturamento: O que é, como calcular e aumentar o seu

Porque o faturamento é tão importante para a empresa? Porque ele é o dinheiro que a empresa recebeu em um período, que mostra se ele foi bom ou não. Acompanhar o faturamento se sabe quanto a empresa pode gerar de capital. Ele também é...

NFC-e (Nota fiscal de consumidor eletrônica) [Atualizado]

Emitir NFC-e Todo produto ou serviço vendido, deve ter sua comprovação fiscal e um dos meios de atestar essa transação é a nota fiscal. Afinal, ela dá segurança tanto à empresa que vende o produto, quanto ao consumidor que o compra....

Fluxo de Caixa: Guia de como fazer o da sua empresa

O que é o fluxo de caixa?O fluxo de caixa é o controle de todos os valores que entram e saem do financeiro da empresa. Qual o objetivo do fluxo de caixa?O objetivo do fluxo de caixa é garantir a saúde financeira do negócio, assegurando...

Controle financeiro empresarial: Como fazer passo a passo

Passo a passo para fazer o controle financeiro da sua empresa Faça o controle do fluxo de caixa Separe custos e receitas Planejamento de recebimentos e pagamentos Registre todas as operações financeiras Tenha um orçamento bem estruturado...

Nota Fiscal de Serviço Eletrônica (NFS-e): o que é e quem emite

A NFS-e, ou Nota Fiscal de Serviço Eletrônica, é um dos tipos de notas fiscais que existe juntamente com a nota fiscal, a nota fiscal do consumidor e o conhecimento de transporte. Elas são úteis para empresas que tem como uma das funções...

Guia do MEI: Tudo sobre o MEI – Blog do eGestor

O MEI (Microempreendedor Individual) é um tipo de empresa voltado para formalização de profissionais autônomos. O custo para abrir um MEI é zero. Os impostos pagos pelo MEI são o ICMS, pela venda de mercadorias, o ISS, por prestação de...

ERP: O que é e vantagens [GUIA COMPLETO]

Teste Grátis A administração de uma empresa acontece diariamente, com processos e controle que devem ser feitos a todo momento. Esses processos são o que mantém a empresa funcionando, e esse controle é o que mantém as contas em dia e os...

Controle de Estoque: Como fazer um controle profissional

Porque o controle de estoque é tão importante para a empresa? O estoque é o principal ativo de uma empresa, sendo a forma mais importante de fazer dinheiro. Por isso, ter total atenção a gestão do estoque é de extrema importância. Se a...

Nota fiscal eletrônica: tudo o que você deve saber [ATUALIZADO]

A Nota Fiscal Eletrônica (NF-e) é um documento cuja função é atestar a venda de um produto ou a prestação de um serviço. Ela foi desenvolvida com o objetivo de substituir alguns sistemas de impressão de documentos fiscais em papel. Assim...

Gestão empresarial: guia definitivo para o sucesso do seu negócio

Toda empresa precisa ter um objetivo, uma missão maior que guie todas as suas atividades. Independente de qual for esse objetivo, ele tem tudo a ver com a gestão empresarial. Isso porque é através de uma gestão empresarial competente e...