fbpx

Incubadora de empresas: Como ela pode ajudar um novo negócio

Com a ajuda de uma incubadora de empresas, seu negócio pode sair do papel mais facilmente. Incubadoras de empresas são entidades que ajudam para que micro e pequenas empresas, sejam elas iniciantes ou que já estejam em funcionamento, consigam obter apoio técnico, logístico, mercadológico, administrativo e ainda formação suplementar para o empreendedor.

As incubadoras tentam ainda trazer inovação tecnológica aos empreendimentos e facilitar o acesso a instrumentos e ferramentas de produtividade. Incubadoras funcionam principalmente estimulando empreendimentos que oferecem serviços e produtos no mercado com algum grau de inovação.

Além de receber apoio no que diz respeito à gestão dos negócios da empresa, uma incubadora empresarial pode também prestar assistência durante o próprio processo de concepção e desenvolvimento do produto que a empresa oferece. Com a possibilidade de contar com o apoio da consultoria de especialistas.

O serviço que as incubadoras prestam geralmente é temporário. Nesse período, as empresas atendidas passam a se chamar “empreendimentos incubados” e as incubadoras chegam até mesmo a prestar apoio oferecendo espaço físico para abrigar temporariamente as atividades. Oferecem ainda serviços que estas empresas incubadas dificilmente encontrariam no mercado sem desembolsar uma boa quantidade de dinheiro.

As incubadoras podem oferecer ainda laboratórios, escritórios, auditórios, salas de reunião, bibliotecas, secretaria e várias outras facilidades para que os negócios do novo empreendimento incubado possam muito em breve caminhar com as próprias pernas. Boa parte destas iniciativas incubadoras são promovidas por universidades ou entidades beneficentes que faz com que elas não tenham fins lucrativos.

Ou seja, o custo para as empresas é baixo, e a contribuição para as incubadoras é alto. Visto que treinam habilidades de gestão. Dentre as atividades que uma incubadora de empreendimentos pode executar estão as seguintes:

Gestão empresarial

Controle de entradas e saídas, lidar com fluxo de caixa, custos e insumos, lidar com funcionários, fornecedores e clientes.

Gestão tecnológica

Auxílio na entrada, na instalação e no uso de novos dispositivos tecnológicos para a empresa incubada. Ajuda para desenvolver dentro da própria empresa novas técnicas e instrumentos para o melhor uso da tecnologia e uma produção mais eficiente.

Comercialização de produtos e serviços

As incubadoras de empresas também podem ajudar aos empreendimentos incubados para que consigam comercializar seus produtos e serviços por um preço rentável dentro do mercado. Isso inclui auxiliar na distribuição, na colocação dos preços, na divulgação dos produtos e na observação à concorrência.

EGestor - Software online de gestão empresarial para pequenas empresas

Contabilidade

Mesmo empresas incubadas também têm obrigações em relação ao fisco. Portanto, uma incubadora de empreendimentos pode ajudar a empresa incubada a pagar seus impostos de maneira adequada sem deixar nada pendente em relação aos órgãos de Receita, o que poderia causar grandes problemas ao empreendimento.

Marketing

As incubadoras de empreendimentos podem auxiliar na criação da marca e de uma identidade visual para as empresas incubadas. Isso ajuda, por exemplo, no momento de se criar perfis nas redes sociais, ou vender a marca para parceiros e para o mercado consumidor. Técnicas de Marketing podem ajudar ainda a se captar público e mantê-lo cativo.

Assistência Jurídica

Especialmente no Brasil, começar um empreendimento envolve uma série de burocracias. Uma assessoria jurídica especializada pode facilitar nestes momentos e deixar o negócio muito mais rentável. Além disso, a assessoria jurídica pode ajudar ainda em eventuais imbróglios judiciais no qual a empresa possa vir a entrar.

Captação de recursos e contratos com financiadores

Uma boa incubadora de empreendimentos pode facilitar muito para que uma empresa consiga captar recursos e investimentos para injetar em seus negócios. Principalmente se forem serviços ou produtos inovadores para o mercado. Com o contato facilitado com os financiadores, o negócio pode ir muito mais longe.

Engenharia de produção

A engenharia de produção de uma empresa está relacionada à sua administração, mas são setores diferentes. Ao prestar assistência em engenharia de produção para sua empresa, a incubadora de empreendimentos encontrará formas mais rápidas, ágeis e eficientes da empresa incubada produzir ou prestar serviços. Isso inclui a distribuição de tarefas para colaboradores, o uso de insumos e ferramentas. Além de outras funções a serem executadas.

Propriedade intelectual

Como as empresas atendidas por incubadoras de empreendimentos normalmente baseiam suas atividades em produtos ou serviços inovadores, os negócios podem eventualmente se deparar com questões de patente ou propriedade intelectual. Nesses casos, as incubadoras também podem ajudar na aquisição da patente e do registro das marcas para que os produtos e serviços desenvolvidos pela empresa incubada não sejam apropriados por outros empreendedores.

Quem pode contar com incubadoras de empresas?

Os critérios para participar da incubação variam de acordo com cada incubadora. Mas via de regra, elas buscam atender a pessoas ou empresas que possuam ideias inovadoras para colocar em prática em um negócio. Para isso, o indivíduo pode ser uma pessoa física com um projeto ou processo inovador que busque se constituir em uma empresa a curto ou médio prazo; uma empresa que já existe e que tem a intenção de investir e desenvolver um negócio inovador; ou ainda uma nova empresa que já esteja cadastrada no CNPJ para criar sua nova base tecnológica.

Ao constatar sua intenção em inovar e procurar por alguma instituição incubadora de empresas, seu projeto ou o deu seu empreendimento será analisado pelo Conselho Administrativo da Incubadora, que irá analisar perspectivas técnicas, viabilidade, interesse da Incubadora no projeto e outras variáveis. Uma vez que haja o aceite, a incubadora ainda exigirá alguns documentos. E em alguns dias seu empreendimento começará o processo de incubação.

Normalmente, as instituições incubadoras não são entidades muito grandes em fôlego, pessoal e espaços disponíveis, portanto, possuem um limite de atuação por empresas incubadas. Caso seu negócio tenha viabilidade, mas a incubadora já tenha atingido toda a sua capacidade de execução de projetos, seu negócio será colocado em uma fila de espera. Não há porque se preocupar: mais cedo ou mais tarde a incubadora terá como atender à sua empresa.

Lembre-se o objetivo de uma incubadora é, efetivamente, incubar, ou seja, seu empreendimento não poderá contar com o apoio da incubadora para sempre. Ao longo do processo de incubação, busque formas de fazer com que sua empresa possa, muito em breve, andar com as próprias pernas.

Ebook Crescimento Empresarial
Início 9 Empreendedorismo 9 Incubadora de empresas: Como ela pode ajudar um novo negócio
Escrito em: 26/05/17
<a href="https://blog.egestor.com.br/author/pedro-henrique-escobar/" target="_self">Pedro Henrique Escobar</a>

Pedro Henrique Escobar

Pedro Henrique Escobar é formado em Administração e gerente de marketing no eGestor. O eGestor é uma ferramenta online para gestão de micro e pequenas empresas. Teste gratuitamente em: eGestor.

Comentários:

Compartilhe seu comentário, dúvida ou sugestão!

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode gostar…

NFC-e (Nota fiscal de consumidor eletrônica) [Atualizado]

Emitir NFC-e Todo produto ou serviço vendido, deve ter sua comprovação fiscal e um dos meios de atestar essa transação é a nota fiscal. Afinal, ela dá segurança tanto à empresa que vende o produto, quanto ao consumidor que o compra....

ERP: O que é e vantagens [GUIA COMPLETO]

Teste Grátis A administração de uma empresa acontece diariamente, com processos e controle que devem ser feitos a todo momento. Esses processos são o que mantém a empresa funcionando, e esse controle é o que mantém as contas em dia e os...

Fluxo de Caixa: Guia de como fazer o da sua empresa

O que é o fluxo de caixa?O fluxo de caixa é o controle de todos os valores que entram e saem do financeiro da empresa. Qual o objetivo do fluxo de caixa?O objetivo do fluxo de caixa é garantir a saúde financeira do negócio, assegurando...

Guia do MEI: Tudo sobre o MEI – Blog do eGestor

O MEI (Microempreendedor Individual) é um tipo de empresa voltado para formalização de profissionais autônomos. O custo para abrir um MEI é zero. Os impostos pagos pelo MEI são o ICMS, pela venda de mercadorias, o ISS, por prestação de...

Faturamento: O que é, como calcular e aumentar o seu

Porque o faturamento é tão importante para a empresa? Porque ele é o dinheiro que a empresa recebeu em um período, que mostra se ele foi bom ou não. Acompanhar o faturamento se sabe quanto a empresa pode gerar de capital. Ele também é...

Controle financeiro empresarial: Como fazer passo a passo

Passo a passo para fazer o controle financeiro da sua empresa Faça o controle do fluxo de caixa Separe custos e receitas Planejamento de recebimentos e pagamentos Registre todas as operações financeiras Tenha um orçamento bem estruturado...

Gestão empresarial: guia definitivo para o sucesso do seu negócio

Toda empresa precisa ter um objetivo, uma missão maior que guie todas as suas atividades. Independente de qual for esse objetivo, ele tem tudo a ver com a gestão empresarial. Isso porque é através de uma gestão empresarial competente e...

Nota Fiscal de Serviço Eletrônica (NFS-e): o que é e quem emite

A NFS-e, ou Nota Fiscal de Serviço Eletrônica, é um dos tipos de notas fiscais que existe juntamente com a nota fiscal, a nota fiscal do consumidor e o conhecimento de transporte. Elas são úteis para empresas que tem como uma das funções...

Nota fiscal eletrônica: tudo o que você deve saber [ATUALIZADO]

A Nota Fiscal Eletrônica (NF-e) é um documento cuja função é atestar a venda de um produto ou a prestação de um serviço. Ela foi desenvolvida com o objetivo de substituir alguns sistemas de impressão de documentos fiscais em papel. Assim...

Controle de Estoque: Como fazer um controle profissional

Porque o controle de estoque é tão importante para a empresa? O estoque é o principal ativo de uma empresa, sendo a forma mais importante de fazer dinheiro. Por isso, ter total atenção a gestão do estoque é de extrema importância. Se a...