antiquario

O mercado de decoração está sempre produzindo novidades, mas mesmo assim, lugares como antiquários são ambientes muito apreciados por algumas pessoas, que têm preferência por móveis e objetos antigos, do que ornamentos mais modernos.

Antiquários são lugares especializados no comércio dos mais variados artigos antigos, como por exemplo: esculturas, camas, cristaleiras, sofás, taças de cristal, castiçais, baús, luminárias e relógios.

Os antiquários também podem ser utilizados como um comércio complementar para estabelecimentos como sebos, brechós e lojas de decoração.

Em um antiquário, os consumidores podem adquirir peças únicas, para enfeitar suas residências, escritórios, comércios e restaurantes e com esses objetos singulares, a decoração do ambiente pode ficar muito mais charmosa.

Quanto mais antigo for o objeto, mais atrativo ele se torna e não é raro encontrar em antiquários, itens de séculos passados.

Ebook manual de como abrir uma empresa

Existe uma tendência em decoração chamada de “mash up”, que é a mistura no velho e do novo, de forma criativa e isso tem ajudado muito no avanço desse mercado. O estilo vintage, que é uma moda retrógrada e se baseia nos costumes das décadas de 30, 40, 50 e 60, contribui muito para o sucesso dos antiquários.

Muitos decoradores, designers e colecionadores vão atrás de peças singulares nos antiquários e quando encontram o que desejam, acabam adquirindo o ornamento, independente do valor. Trata-se de um mercado bastante restrito, no entanto, um empreendedor que seja amante de antiguidades e que seja criativo e tenha conhecimento em artes, pode se desenvolver muito bem nessa área e ter bons retornos.

O mercado de antiguidades

Caso você seja um apaixonado por antiguidades, saiba que esse é um negócio promissor. O mercado de decoração está crescendo muito no Brasil e movimenta, aproximadamente, 60 bilhões por ano no país, segundo a Associação de Decoração de São Paulo.

Existem muitos shoppings centers temáticos, que antes somente eram criados no eixo Rio-São Paulo, mas agora já se expandiram para diversas cidades de outros estados, como Curitiba, Recife e Niterói.

Com o aumento de aquisição das famílias e formação da nova classe média, obter objetos de decoração deixou de ser um costume de luxo e agora, de certa forma, passou a ser uma característica de qualidade de vida das pessoas.

Muitas revistas de decoração foram lançadas, o que ajudou a fazer com que os consumidores ficassem mais bem informados sobre as tendências. A facilidade na importação de produtos também auxiliou o mercado a se desenvolver satisfatoriamente.

Muitos consumidores de antiquários são da própria área de decoração e design e muitos colecionadores também procuram esses estabelecimentos em busca de peças valiosas ou que estejam faltando na coleção.

Com o aumento da procura por decoradores, foram criados muitos cursos técnicos e faculdades na área e calcula-se que em um período de dez anos, o país passou de quatro para dez mil profissionais registrados.

Por mais que seja um setor em expansão, abrir um antiquário também proporciona alguns riscos. Dessa forma, antes de abrir a empresa é importante fazer uma pesquisa relacionada ao mercado e aos concorrentes e observar alguns pontos:

  • Verificar com a prefeitura ou IBGE, os números referentes ao mercado alvo;
  • Fazer uma análise da concorrência, através de guias e revistas, verificando os preços e a especialidade;
  • Conhecer os concorrentes mais próximos e identificar as qualidades e os pontos fracos da empresa;
  • Participar de cursos e seminários sobre decoração.

Localização

A escolha do ponto onde o estabelecimento irá funcionar é algo de vital importância para o negócio. Há muitas características a serem levadas em conta no momento da decisão, como por exemplo, a pesquisa do perfil dos consumidores e dos concorrentes, a densidade da população no local e questões de acessibilidade, limpeza e segurança.

Os locais mais adequados para esse tipo de negócio são os shoppings de decoração e galerias ou ruas com diversos comércios. Consumidores de antiguidades são um público seleto e que preferem fazer suas compras em locais seguros e de forma confortável.

Pontos importantes para a escolha do imóvel:

  • O imóvel deve conseguir acomodar todos os itens para o funcionamento do negócio e é interessante que tenha possibilidade de expansão;
  • Verificar se as instalações de água, internet, telefone e luz estão disponíveis;
  • O local precisa estar regularizado junto aos órgãos públicos;
  • É importante que o acesso seja fácil para os consumidores e que tenha espaço para estacionamento e para a carga e descarga dos produtos;
  • Verificar se o IPTU do imóvel está em dia;
  • Verificar a segurança do local, não só para os consumidores, mas também pela questão de que os itens comercializados são de alto valor.

Ebook Crescimento Empresarial

Registro da Empresa

Para registrar um antiquário, primeiramente é necessário contratar um contador, que irá realizar toda a parte de assessoria referente às questões legais. Para realizar a inscrição da empresa, são necessárias as seguintes etapas:

  • Registrar a empresa na Secretaria da Receita Federal, Caixa Econômica, Junta Comercial, Secretaria Estadual da Fazenda e Prefeitura, para obter o alvará de funcionamento;
  • As instalações precisam estar de acordo com as regras da Vigilância Sanitária, por isso é necessário obter o alvará de licença sanitária;
  • Fazer a consulta de local na Prefeitura;
  • Solicitar vistoria dos equipamentos ao Chefe do DFA/SIV, através de requerimento.

O estabelecimento precisa estar de acordo com o Código de Defesa do Consumidor e sua legislação. Para o controle de finanças da empresa, existem alguns softwares de gestão, como o eGestor, que é um sistema online, simples e fácil de usar. Ele pode fazer o controle de estoque, vendas e a emissão da nota fiscal eletrônica.

O eGestor não necessita de instalação e pode ser utilizado no computador, celular ou tablet, basta ter acesso a internet. Trata-se de um sistema inteligente, moderno e ótimo para micro e pequena empresa.

Gostou do texto? Deixe um comentário!

Escrito por eGestor
O eGestor é um software online para gestão de micro e pequenas empresas. Teste gratuitamente em: https://www.egestor.com.br