A importância de um controle financeiro eficiente para as empresas

Gerir a parte financeira da vida pessoal e familiar já é uma tarefa complexa e bastante variável. Para as empresas, esse controle é ainda mais necessário e ainda mais difícil de ser colocado em prática. São inúmeras operações, entradas e saídas de dinheiro, pagamentos, recebimentos, gastos com insumos, fornecedores, funcionários, manutenções, entre outros.

Para evitar surpresas desagradáveis que podem impactar diretamente na saúde do negócio, o controle financeiro deve ser feito adequadamente. Só ele oferecerá um panorama realista e completo sobre as condições financeiras atuais da empresa. Isso dará poder de decisão sobre os investimentos da empresa e sobre os recursos usados para isso.

Saber o futuro da empresa é essencial para dar sentido e rumo as atividades e para iniciar planejamentos. Sem o controle financeiro, os planejamentos são infundados. Isso, pois é necessário ter bases de dados financeiros e previsões de ganhos e gastos para conseguir planejar e colocar em prática alguma ação.

O que é controle financeiro?

O controle financeiro baseia-se avaliação da condição financeira da empresa e na coordenação das atividades para essa finalidade. É através de relatórios financeiros que esse controle é possível. Assim, baseia-se em dados patrimoniais e na situação do fluxo de caixa da empresa.

O processo de controle financeiro e do fluxo de caixa se baseia no registro de contas. Ou seja, das contas a pagar e a receber, registro de caixa das entradas e saídas, controle de estoque, controle bancário, entre outros. Além disso, a análise patrimonial também é realizada com a finalidade de comparar a situação financeira do negócio. Para isso, é preciso catalogar os bens da empresa, o capital de giro, as tendências de crescimento, endividamento e rentabilidade.

Em suma, esse controle tem diversas utilidades. Tais como:

  • o controle de capital;
  • a análise de viabilidade de projetos;
  • identificar o volume de fundos;
  • controlar eventuais desvios;
  • prevê o excesso de fundos ou falta deles e
  • auxilia no uso racional do dinheiro de acordo com a realidade e com os planos futuros da empresa.

A importância do controle financeiro para a empresa

Para que a empresa se mantenha sustentável, em meio a inúmeros gastos e oscilações de mercado, o controle financeiro é essencial. Além disso, para que novos rumos sejam traçados e novas conquistas alcançadas, é preciso planejar o financeiro para tal.

Uma das principais ferramentas para o controle financeiro é o fluxo de caixa. É nele que todos os lançamentos diários estão descritos, o que permite a previsão de lançamentos futuros. Por conta disso, a utilização do fluxo de caixa é a base para qualquer controle das finanças empresariais.

Ao coordenar todas as atividades e processos, o controle financeiro pode ser aprimorado e atualizado constantemente. Isso, se contabilizados todos os gastos e ganhos que essas atividades e processos proporcionam. Para isso, os setores se utilizam de relatórios elaborados com essas informações. Elas devem ser atualizadas mês a mês e avaliadas pelos gestores sempre que necessário.

Através desses relatórios de gestão, o empresário consegue ter ciência da sua atual situação. Isso também serve para que sua tomada de decisão seja mais assertiva a fim de se manter competitivo no mercado em que atua.

Entre os impactos de um bom controle financeiro na empresa, podemos destacar:

Maior visão global da empresa

O controle financeiro permite ao empresário e gestor, ter uma visão global da situação financeira da empresa e dos recursos monetários existentes e disponíveis no momento. Dessa forma, se existe algum desperdício ou falta de verba, o problema consegue ser diagnosticado mais rapidamente e resolvido. Isso também evita   que outros problemas decorram.

Estruturar o orçamento

Estruturar o orçamento da empresa com qualidade, permite que o planejamento aconteça e que um controle seja feito. Isso terá um impacto positivo em todos os processos, desde a definição de rotinas corporativas até a realização de fiscalizações.

Melhorar a tomada de decisão

Possibilidade de avaliar a realidade financeira da empresa e os investimentos possíveis e estratégicos que podem ser colocados em prática. Através da visão global do financeiro da empresa, o gestor e o empresário conseguem tirar do papel planos de expansão ou de mudanças na empresa que envolvam investimentos necessários. Os relatórios permitem essa consulta e esse panorama.

Além disso, imprevistos que ocorram no dia a dia podem ser melhor resolvidos com a tomada de decisão se houver um controle financeiro e um fluxo de caixa positivos.

Identificar investimentos necessários e os com desperdícios

A medida que um problema ocorre por conta do financeiro da empresa, em que as metas não são atingidas, o gestor pode identificar a origem do problema para solucioná-lo.

Muitas vezes, os setores estão investindo em produtos ou serviços desnecessários, o que configura um desperdício de recursos. Enquanto outros precisam de reforços e mais investimentos.

Planejamento a longo prazo

O controle financeiro não é válido apenas para a administração e para o controle das finanças atuais da empresa, ou seja, apenas para os processos de curto prazo. Os de longo prazo também só são possíveis com um bom controle financeiro atual e futuro, planejando o que pode ser destinado para investimentos e o quanto será necessário para determinados objetivos da empresa.

Além disso, ter uma rotina de planejamento de médio a longo prazo, também dá à empresa a possibilidade de prever e evitar riscos, garantir o crescimento contínuo do negócio e ter melhores diretrizes comerciais e administrativas para a empresa.

Como realizar a o controle financeiro empresarial?

Administrar as finanças da empresa parece uma tarefa bastante morosa e complicada, e de fato vai ser se for feita através de planilhas simples e de programas isolados de computador. São muitos os detalhes e movimentações financeiras para serem controladas ao mesmo tempo, como acompanhamento de caixa, bancos, estoques, clientes, fornecedores, entre outros.

Para deixar o processo mais ágil e mais fácil de ser visualizado, os softwares integrados são a melhor opção. É uma única plataforma que une e fornece os dados gerais da empresa, gerando relatórios completos.

Considerações finais

Uma das ferramentas que pode tornar todo esse processo mais simples é um sistema de gestão online. Isso, porque ele pode controlar todo seu financeiro de forma totalmente integrada com todos os setores da sua empresa. Além disso, também é possível gerar relatórios automáticos e instantâneos.

A forma pela qual ele é totalmente integrado é porque o sistema possui também, o controle de outros setores, como de estoque, de produção e muito mais. Essa integração ocorre, inclusive, com os documentos fiscais, como as notas fiscais eletrônicas. Um desses sistemas é o eGestor. 

Teste o eGestor grátis por 15 dias!

Escrito por eGestor
O eGestor é um software online para gestão de micro e pequenas empresas. Teste gratuitamente em: https://www.egestor.com.br