8 dicas para planejar o seu financeiro empresarial

Realizar um bom planejamento financeiro, é essencial para que a sua empresa possua um maior direcionamento no processo de tomada de decisões empresariais, como a realização de novos investimentos, contratação de novos funcionários, aquisição de novos produtos com fornecedores, dentre outras transações.

Será que estas movimentações podem ser realizadas sem comprometer o orçamento de sua empresa? A partir de um planejamento empresarial bem definido, se sabe exatamente o que se pode investir sem comprometer a situação financeira de seu negócio, quanto se pretende gerar de faturamento, quanto a empresa terá de lucro e quanto será necessário gastar, dentre outros aspectos.

Quer saber mais sobre a importância de um planejamento empresarial e ficar por dentro de algumas dicas para realiza-lo com eficiência? Confira as 8 dicas que preparamos para você!

Qual a importância do planejamento financeiro empresarial?

O planejamento financeiro empresarial, portanto, é a base para praticamente todas as tomadas de decisões para a sua empresa. Sendo assim, é um processo absolutamente imprescindível para o sucesso de qualquer organização.

Afinal, é impossível pensar no sucesso de um empreendimento sem o estabelecimento de metas, projeção de cenários e ações a serem realizadas, dentre outras questões.

Sendo assim, a partir de um planejamento financeiro empresarial, os gestores podem nortear todas as transações que envolvem o seu negócio a um curto, médio e até longo prazo. A seguir, vamos listar 8 dicas para o seu planejamento financeiro empresarial:

Guia de Gestão Estratégia

1- Faça uma projeção de receitas e despesas

O primeiro passo para elaborar um planejamento financeiro empresarial eficiente, é analisar o histórico de movimentações de entrada e saída de caixa da sua empresa recentemente, e a partir das informações obtidas, fazer uma projeção realista das despesas e receitas que estão por vir e costumam ser padronizadas em seu fluxo de caixa.

Fazer essa estimativa, é de suma importância para manter o seu orçamento empresarial preparado para arcar com os futuros gastos, sem a necessidade de recorrer a empréstimos junto a instituições bancárias, o que pode apresentar taxas elevadas e comprometer a situação financeira de seu negócio futuramente.

Em relação as despesas, também é importante listar alguns gastos emergenciais que podem ser necessários, tornando a sua empresa mais preparada para esse tipo de situação. Por isso é importante projetar sempre um pouco “para mais”, para que não ocorra nenhum risco de endividamento.

2- Estude a possibilidade de contratar um consultor financeiro

Por estar em um estágio ainda inicial do seu negócio, você ainda pode ter certa inexperiência em lidar com toda a gestão financeira de sua empresa.

Sendo assim, apesar de representar custos adicionais na sua folha de pagamento, a contração de um consultor financeiro deve ser analisada como um bom investimento para a sua empresa, a medida em que esse profissional pode oferecer uma visão mais aprofundada de suas finanças e vai estudar as melhores alternativas de investimento para o crescimento do seu negócio.

3- Faça um acompanhamento de todas as suas movimentações financeiras

Apesar de ser um processo simples, muitos empresários não fazem um registro aprofundado de todas as despesas e receitas de sua empresa.

Essa falta de acompanhamento faz com que se tenha uma visão distorcida das finanças do negócio e dificulta a identificação de problemas, já que não se sabe de onde veio e para onde foi o dinheiro do orçamento empresarial.

Sendo assim, é essencial registrar diariamente todas as finanças da sua empresa. Em uma planilha eletrônica, você já consegue gerenciar todas as suas receitas e despesas, além de registrar a origem de cada uma dessas movimentações.

Se preferir mais praticidade e uma visão mais aprofundada sobre as suas finanças, com relatórios automatizados a respeito dos mais variados indicadores de desempenho do seu negócio, contrate um software de controle financeiro.

Planilha de controle Financeiro gratuita

4- Identifique os gastos que podem ser cortados do orçamento

A partir do registro de todas as receitas e despesas de sua empresa, é possível enxergar com clareza de onde vem a maior parte de seus gastos.

Entre essas despesas, certamente estão alguns gastos bastante supérfluos, que não são de primeira necessidade para o seu empreendimento e podem vir a ser cortados do seu orçamento, para que o seu dinheiro seja utilizado em áreas mais importantes.

5- Faça um estudo interno da sua empresa

É impossível projetar valores de faturamento, estabelecer metas ou estudar a realização de novos investimentos, sem conhecer profundamente a situação a qual se encontra a sua empresa.

É importante analisar fatores como o tempo de atuação que o seu empreendimento possui no mercado, o público alvo, crescimento da base de clientes, variação de faturamento da empresa em determinado período, dentre outros fatores.

Outro aspecto a ser analisado é a relação de seu empreendimento com os fornecedores. Eles oferecem boas condições de pagamento e negociações?

É um fator que vai fazer toda a diferença para identificar se existe a viabilidade de realizar investimentos em uma maior quantidade de produtos, por exemplo.

6- Projete diferentes cenários

Seu empreendimento deve estar preparado para as mais diversas situações. Na hora de traçar o seu planejamento financeiro empresarial, é de suma importância projetar diferentes cenários:

  • Um realista, no qual não serão estimadas metas tão ambiciosas;
  • Um otimista, em que se projetará um grande crescimento da empresa financeiramente e as ações que devem ser realizadas para manter este cenário;
  • Um pessimista, no qual você vai projetar uma possível situação emergencial da sua empresa, com quedas na produtividade e prejuízos financeiros, e a partir de então pensar em possibilidades para reverter este quadro hipotético;

A projeção de diferentes cenários é essencial para que você não seja pego de surpresa no futuro, e saiba como a sua empresa deve agir em meio a cada uma dessas possibilidades.

7- Estabeleça os objetivos e ações a serem realizadas

Feito todo o processo de estudo interno da empresa, projeção de cenários, corte de gastos do orçamento e um acompanhamento diário de todas as movimentações financeiras que envolvem o negócio, chegou o momento de analisar realmente a onde a sua empresa pode chegar a partir de todas essas informações. 

  • Quais os objetivos da empresa dentro de determinado período?
  • Quais as ações serão realizadas?
  • Quais funcionários serão responsáveis por cada tarefa?
  • Durante quanto tempo serão realizadas as ações até esperar os primeiros resultados?

Todo este cronograma precisa estar devidamente alinhado no seu planejamento financeiro empresarial. Terminar o ano no azul, obter um crescimento de determinada porcentagem em relação ao faturamento do mês anterior ou conseguir pagar todas as contas pendentes, por exemplo, são algumas das metas que podem ser traçadas em relação ao planejamento financeiro de seu empreendimento.

8- Mensure os resultados

De nada adianta realizar todo o planejamento, estabelecer metas e projetar diferentes possibilidades, e deixar tudo isso no papel, sem um acompanhamento rigoroso dos resultados.

A partir deste acompanhamento, é possível avaliar a continuidade das ações estabelecidas no planejamento, ou então propor alterações e investir em novas estratégias, em caso de os resultados não estarem dentro do esperado!

eGestor

O eGestor é um sistema de gestão empresarial totalmente fácil e online para a sua empresa. Por meio dele, é possível automatizar os mais variados processos financeiros do seu negócio, como controle de contas a pagar e a receber, fluxo de caixa, emissão de boletos bancários e notas fiscais eletrônicas, e muito mais!

Ficou interessado? Acesse o site e comece os testes gratuitos agora mesmo!

EGestor - Software online de gestão empresarial para pequenas empresas

Por Gabriel Pfeifer, em 26/01/2018

 

Escrito por eGestor
O eGestor é um software online para gestão de micro e pequenas empresas. Teste gratuitamente em: https://www.egestor.com.br