Loja de Açaí: 7 dicas para quem deseja abrir uma

O açaí é uma fruta típica da região norte e é o ingrediente principal dos sorvetes, picolés, cremes e outros produtos que tem sido cada vez mais procurados no país todo. Por conta disso, vender esse alimento em uma loja de açaí é uma oportunidade rentável para quem procura crescer com o seu próprio negócio.

O alimento começou a se tornar popular por conta dos seus benefícios ao organismo participando de um segmento mais saudável. Assim, quem se preocupa com a saúde sabe que é um doce que além de ser muito gostoso, também ajuda o corpo a se manter em forma.

Com a popularização, as lojas de açaí começaram a vender o produto como uma opção saudável, misturando com outras frutas, cereais, justamente para potencializar a propriedade energética do alimento, ideal para o pré e pós treino.

Além de ser um alimento saudável, tem sido uma oportunidade de negócio com um ótimo rendimento mensal, com a venda de um produto lucrativo. A demanda atual do açaí é bem alta, com a popularização do alimento que é bom para quem tem um estilo de vida saudável, mas que também é uma ótima sobremesa.

Se a sua ideia é abrir uma loja de açaí, comece sabendo as 7 dicas para poder aumentar as chances do seu negócio dar certo. Confira:

1. Investimento inicial

Antes de abrir qualquer tipo de negócio, é necessário considerar o investimento inicial para conseguir dar os primeiros passos. Dessa forma, é a hora de colocar no papel os valores de locação de espaço, compra de estoque, materiais de refrigeração, decoração, preparação do local, entre outros.

Quem vai fazer a própria produção do açaí também tem que colocar no papel os valores do maquinário para isso. A parte boa é que é um tipo de negócio realmente rentável, com o valor sendo recuperado rapidamente.

2. Plano de negócios

O plano de negócios faz parte dos passos iniciais para abrir uma loja de açaí. É a hora de posicionar todos os objetivos da empresa, com a determinação do que deve ser feito para alcançá-los. De maneira geral, é com o plano de negócios que é possível orientar as suas próximas ações, considerando todos os valores que podem ser obtidos em retorno.

Para criar um bom plano de negócios, não vai ser difícil e nem precisa vir diretamente do 0. É um documento que tem modelos na internet, indicando como pode ser feito e que etapas são fundamentais para orientar os próximos passos.

Juntamente ao plano de negócios, é importante fazer uma análise dos riscos de uma loja de açaí. Anote tudo o que pode dar errado na empresa, como problemas com fornecedores, questões burocráticas, orçamento apertado, entre outros detalhes que atrapalham, atrasam e prejudicam os seus negócios.

Com esses itens detalhados, comece a pensar como eles podem ser solucionados, permitindo que no seu plano de negócios, tenha um espaço para a contenção de danos e riscos. E é justamente para isso que esse plano serve: garantir que esteja preparado para eventuais problemas.

3 – Ponto de venda

A localização é muito importante para o sucesso de qualquer tipo de negócio, mas principalmente para uma loja de açaí. O local tem que ter uma boa circulação de pessoas, mas ainda é necessário fazer uma segmentação do público que deseja alcançar.

O açaí costuma atrair todos os tipos de classes sociais, mas a classe média sem sombra de dúvidas é a mais atraída.

A grande vantagem de atrair esse público é que você irá conseguir vender os produtos com um valor mais alto e por consequência terá um lucro maior.

Uma boa dica também é procurar pontos que estejam próximos de academias, praias, parques e outros locais onde as pessoas pratiquem exercícios. Como é um produto considerado saudável, esse é um público muito forte.

O ideal é contar com um espaço de 30 m² para dar o início aos seus negócios. Aproveitar a oportunidade de serviços de delivery também pode ser uma boa ideia para começar alcançando mais pessoas sem precisar ter mais espaço.

4 – Franquia de açaí

Para quem não tem muita experiência com a gestão e administração de negócios, começar uma loja de açaí do zero pode ser um processo mais complicado. É importante conhecer sobre o produto, mas também saber gerenciar os processos, plano de negócios e dicas de administração que nem todos conhecem.

Pensando nisso, existem opções de franquias de açaí que são uma ótima maneira de começar um novo negócio, mas sem passar por os processos iniciais. No mercado brasileiro, existem mais de 30 opções consolidadas, assim, procure uma das melhores franquias de açaí no Brasil para garantir que está fazendo uma boa escolha.

5 – Cardápio

Para ter um bom retorno com a venda de açaí, é necessário investir em um bom cardápio. Ele precisa contar com opções de produtos que sejam mais acessíveis, com a opção de combinar com outros alimentos para diferenciar.

Muitos locais colocam frutas da estação para variar o cardápio, aumentando as margens de lucro. Oferecer outros tipos de produtos saudáveis, como sucos, sanduíches deixam a loja menos nichada.

6 – Atendimento

O atendimento é uma das partes mais importantes do negócio. Além de ter uma boa localização, cardápio diferenciado, é fundamental que a loja de açaí ofereça um atendimento de qualidade.

Os funcionários precisam ser bem treinados para atender os consumidores dentro do padrão esperado. Com um bom atendimento, se garante que os clientes vão gostar e querer voltar ao estabelecimento.

7 – Automação de processos

Uma dica para quem tem mais dinheiro no investimento inicial, é pensar em já automatizar os processos. Usar máquinas de qualidade podem otimizar a rotina de trabalho, garantindo uma maior produtividade. Dessa maneira, os produtos serão entregues com a qualidade desejada, com um espaço de tempo menor.

Montar um negócio do zero não é fácil, demanda muito conhecimento e disposição. Escolher o mercado de açaí é uma boa oportunidade já que é um produto popular. Visando bons lucros, é essencial que se tenha um bom planejamento e isso envolve aproveitar as essas 7 dicas sobre como montar uma loja de açaí.

Escrito por eGestor
O eGestor é um software online para gestão de micro e pequenas empresas. Teste gratuitamente em: https://www.egestor.com.br