como montar uma sorveteria

O sorvete é uma paixão mundial, portanto começar um negócio voltado a esta delícia é promessa de sucesso. Mesmo em época de crise econômica, o setor de alimentação está crescendo e essas sobremesas não ficam de fora. O produto agrada todos os tipos de público, desde crianças até idosos, passando por todas as classes sociais, e este é um ótimo motivo para aprender como montar uma sorveteria!

Você pode aproveitar as características do local onde você vive para adequar os produtos oferecidos, dê uma volta pela sua cidade e observe quantos estabelecimentos desse tipo existem.

Com certeza, você irá achar vários, o que é um indicativo que sorveterias dão resultado financeiro para o proprietário. O tamanho do local pode ser pequeno e os custos para manter o empreendimento são acessíveis, fora que o preço do produto permite o fácil acesso do consumidor a ele.

O Brasil é o 10º país no ranking de consumo de sorvete, ficando atrás de países como França, Canadá e Suíça, que mesmo passando por temporadas de frio intenso, tem a cultura de consumir a sobremesa. Segundo informações da Associação Brasileira das Indústrias de Sorvetes (Abis), o brasileiro consome de seis a oito litros de sorvete por ano.

Confira nossas 11 dicas para a abertura de uma sorveteria de sucesso e comece a fazer seu planejamento já!

1- Estude a sua atividade

Segundo pesquisa realizada pelo Sebrae, cerca de 50% das empresas encerram as suas atividades antes de completar 3 anos de operação. Isso se da por uma série de motivos, como falta de conhecimento do negócio, controle financeiro inadequado, dentre outros fatores.

Sendo assim, antes de abrir qualquer negócio é preciso buscar conhecimento e estudar bem a atividade em que se pretende empreender.

No caso de uma sorveteria, procure conversar com empresários que já atuam no ramo sobre a clientela, produção, melhores fornecedores, tendências do momento e outros aspectos, como as estratégias de vendas utilizadas.

Procure saber sobre as dificuldades encontradas desde a abertura do negócio e como lidaram para solucionar estes problemas. É importante saber a visão dos empresários que já possuem experiência no ramo, para saber o que vai encontrar pela frente no decorrer do negócio.

2- Analise a concorrência antes de montar sua sorveteria

É importante ficar atento a diversos fatores que envolvem o mercado local deste segmento antes de montar a sua sorveteria. Estude atentamente a concorrência e procure identificar os pontos fortes e fracos das sorveterias existentes na sua cidade.

É preciso analisar o atendimento prestado por cada uma delas, os diferentes sabores de sorvetes vendidos e as estratégias de marketing utilizadas.

Identificando estes aspectos, é possível analisar em quais fatores as sorveterias concorrentes deixam a desejar, que assim podem se tornar um diferencial para o seu negócio.

3- Escolha uma boa localização

Um dos fatores mais importantes para a montagem da sua sorveteria é a localização. Deve-se dar preferência aos locais com grande fluxo de pessoas, como as principais avenidas da cidade.

Você também deve checar os locais que podem atrair públicos específicos, como lugares próximos a escolas, restaurantes, bares, faculdades e escritórios, sempre focando nas pessoas que podem procurar uma sobremesa a qualquer hora do dia.

Outra boa opção são os shoppings e as galerias, já que o fluxo de pessoas é garantido. No entanto, cuidado com essa opção, pois necessita de maior investimento do empreendedor para o pagamento do aluguel do box e para a eventual decoração do local.

Se você optar por comprar uma franquia, as empresas fazem um estudo da cidade para encontrar o melhor lugar para a instalação da sorveteria.

Como abrir uma sorveteria

Como abrir uma sorveteria.

4- Possua todos os equipamentos necessários

Anote os equipamentos e móveis que você precisará comprar ou alugar para começar a montar sua sorveteria:

  • Balcões para o atendimento;
  • Mesas e cadeiras;
  • Freezers para exposição dos sorvetes e para armazenamento do estoque;
  • Mesas para coberturas frias e quentes;
  • Balança para vendas por quilo;
  • Batedeira industrial;
  • Liquidificador industrial;
  • Utensílios para servir e armazenar o produto (casquinhas, potinhos, isopores, colheres, guardanapos, sacolas plásticas;).
  • Maturadores;

5- Possua um bom software de controle financeiro

Além de todos os equipamentos citados acima, você vai precisar de um terminal eletrônico para fazer o controle de caixa e estoque do que está sendo comercializado.

Um sistema unificado é uma boa alternativa para simplificar o acesso e a visualização dos dados. Um dos programas recomendados para isso é o eGestor, que permite o controle financeiro, controle de estoque, fluxo de caixa, emissão de nota fiscal eletrônica e compilação de informação para emissão de relatórios.

O eGestor é online, portanto não exige a instalação de programas no computador. Ele funciona diretamente no navegador e necessita apenas de uma conexão à internet.

O programa também pode ser acessado por smartphones e tablets. Não somente sorveterias, mas outras modalidades de negócios podem ser atendidos pelo eGestor por um custo baixo e assistência direta com os produtores.

EGestor - Software online de gestão empresarial para pequenas empresas

6- Fique atento ao investimento para a abertura do negócio

A estimativa total para iniciar este negócio é de R$ 30 mil, levando em consideração uma estrutura de pequeno a médio porte. Você pode reduzir este custo adquirindo uma máquina de sorvete expresso, que também é mais acessível à população de baixa renda.

Se optar por montar uma sorveteria tradicional, é indicado pesquisar custos de manutenção e prazo de retorno do investimento, além de optar pelo aluguel dos equipamentos, o que pode baixar bastante o valor do investimento inicial.

sorveteria

Sorveteria.

7- Estude quem será o público alvo de sua sorveteria

A falta de conhecimento sobre o público é um dos maiores erros cometidos por empreendedores de primeira viagem. Sem um estudo aprofundado do público que se deseja atingir, as estratégias de marketing acabam sendo elaboradas sem um direcionamento e não se consegue identificar as reais necessidades dos clientes.

Neste processo de estudo, é importante definir algumas questões:

  • Por meio de quais plataformas serão realizadas as suas estratégias de marketing? De que forma pretende-se atingir o público?
  • Qual a faixa etária geral dos consumidores?
  • Qual o poder aquisitivo destes clientes?
  • Como criar um bom layout e uma fachada que seja atrativa para este público?
  • Qual o nível de escolaridade médio da clientela?

8- Qual a equipe necessária?

Uma pequena sorveteria industrial, pode funcionar perfeitamente com apenas dois funcionários. Será preciso um profissional para atender aos clientes e outro responsável pelo controle de caixa e gestão do negócio, que inclui o contato e pedidos com fornecedores, dentre outras atividades.

Já em caso de você montar uma sorveteria artesanal, será necessário uma equipe de trabalho maior. Neste caso, é preciso um gerente produção, uma(um) nutricionista, um sorveteiro chefe que será o responsável direto pela produção e operadores.

9- Busque qualificação

Para os novos empreendedores no negócio de sorvetes, é recomendado procurar workshops para conhecer mais sobre a produção da sobremesa, além de obter mais informações sobre os equipamentos utilizados, os materiais recomendados e as formas mais lucrativas de comercialização do produto.

Passar por um curso de produção de sorvetes para iniciantes pode ser fundamental, já que você vai aprender a diferenciar os tipos do doce, conhecer as etapas de produção, ter noções de higiene e conhecer algumas receitas de sorvetes de massa e picolés de diversos tipos.

Posteriormente, é essencial fazer mais cursos para o aperfeiçoamento do conhecimento, possibilitando a fabricação de sabores e tipos de sorvetes mais sofisticados.

10- Fique atento a burocracia

Lidar com alimentos é um pouco mais complicado do que outros setores do comércio, pois além da documentação usual para abertura da empresa, uso do local escolhido e recolhimento de impostos, há uma série de determinações da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) que devem ser seguidas para fabricação, manipulação e venda de alimentos.

A ausência desses cuidados pode resultar em notificações e até multas provenientes do Poder Público local. Para efetivamente abrir o seu negócio também serão necessários os seguintes processos:

  • Escolher o tipo de sociedade;
  • Registro na junta comercial municipal;
  • Inscrição de CNPJ na Receita Federal;
  • Registro na Secretaria da Fazenda;
  • Obtenção do alvará de localização junto a prefeitura municipal;
  • Registro no Sindicato Patronal;

11- Agregue valor em sua sorveteria

Depois de aprender como montar uma sorveteria é importante aprender também como se manter em atividade. A permanência de uma marca no mercado depende de diferenciais oferecidos por ela, portanto, os empresários de sorveterias devem ter em mente que quanto maior a diversidade de seus produtos e quanto melhor a qualidade do que é produzido, maior o valor agregado e, consequentemente, maiores os lucros. Isso é claro, unido ao potencial da empresa a cativar o público a pagar um preço mais elevado do que outras marcas.

 

Não só o material utilizado para a produção do sorvete e a variedade de sabores agrega valor ao produto. Os acompanhamentos e acessórios também fazem com que sorvete seja diferenciado.

Oferecer caldas, licores, doces, chocolates e biscoitos em recipientes de diferentes tamanhos, com apresentações diferentes, pode dar maior lucro ao empresário.

Aproveitar as diferentes estações do ano para incrementar o cardápio também é opção. Oferecer bebidas quentes, bolos, tortas pode trazer maior lucro ao estabelecimento.

Gostou do texto? Quer ficar por dentro de ainda mais dicas para tirar o seu negócio do papel? Então baixe gratuitamente o nosso manual de como abrir uma empresa, e seja um empreendedor de sucesso!

Ebook manual de como abrir uma empresa

Escrito por eGestor

O eGestor é um software online para gestão de micro e pequenas empresas.
Teste gratuitamente em: https://www.egestor.com.br