fbpx

Controle de de Estoque para Livrarias: dicas para melhor a gestão

Na gestão de uma livraria, o controle de estoque é um dos pontos mais importantes quando se trata de oferecer um atendimento eficiente e satisfatório segundo às demandas dos clientes. Ao manter um registro preciso dos itens em estoque, é possível evitar situações em que um livro procurado esteja indisponível. Isso melhora a experiência do cliente e aumenta as chances de fidelização, já que os clientes tendem a valorizar a disponibilidade imediata dos produtos que desejam.

Existem alguns fatores específicos em uma livraria que o gestor precisa considerar, como conhecer o nível de aceitação e movimentação dos principais títulos, sabendo assim quais devem receber maior visibilidade e disponibilidade para venda em períodos específicos.

Nesse texto vamos mostrar algumas dicas de como fazer uma boa gestão de estoque em livrarias.

A importância estratégica do controle de estoque em livrarias

O controle de estoque desempenha um papel crucial na gestão de livrarias, contribuindo diretamente para sua importância estratégica.

Esse controle adequado do inventário de livros disponíveis para venda está intimamente ligado à gestão financeira da livraria. Quando se monitora adequadamente os níveis de estoque, os proprietários de livrarias podem tomar decisões informadas sobre quando e quanto reabastecer. Isso ajuda a evitar investimentos excessivos em estoque que pode ficar parado, o que poderia comprometer o fluxo de caixa. Por outro lado, a falta de controle de estoque pode levar a necessidade de compras de emergência, geralmente mais caras, para suprir uma demanda não prevista.

Como é feito o controle de estoque para livrarias

O controle de estoque em livrarias é feito com o objetivo de garantir um nível satisfatório de produtos em disponibilidade, garantindo que não haverá falta para os pedidos realizados. Esse controle é importante tanto em lojas físicas quanto em um e-commerce de livraria.

Outro ponto de importância é a otimização dos espaços de armazenamento. Livrarias muitas vezes têm espaço limitado para estocar seus produtos. Um controle eficaz ajuda a determinar quais itens têm maior rotatividade e quais podem a livraria pode manter quantidades menores em estoque. Isso resulta em um uso mais eficiente do espaço disponível, permitindo até mesmo a inclusão de novos títulos em seu inventário.

6 dicas de controle de estoque para livrarias

1 – Determine a quantidade mínima e máxima de cada produto no estoque

Para estipular as quantidades mínimas e máximas de estoque é importante que o gestor conheça o público da livraria, quais temas esse público mais consome, e também as tendências sazonais, causadas por exemplo por novos lançamentos.

Dessa forma, será possível saber quais livros precisam estar sempre em disponibilidade devido à grande demanda, mas também aqueles que vendem menos e não precisam estar disponíveis em grandes quantidades, já que isso significa dinheiro parado em estoque.

2 – Opte por produzir em pequenas quantidades para lançamentos e reposição de Estoque

O lançamento de novos títulos deve ser tratado com atenção, visto que ele serve como uma espécie de termômetro de vendas nos primeiros momentos. Considerando isso, é sempre uma boa prática realizar a impressão e disponibilização de pequenas tiragens nessas ocasiões.

Dessa maneira, será possível controlar o público esperado de acordo com as vendas dessas tiragens menores, e a partir disso é possível se adaptar conforme o aumento ou diminuição da demanda.

3 – Planeje estrategicamente os Ciclos de Produção

Analise os históricos de vendas para identificar quais livros são os mais populares em diferentes épocas do ano.

Esteja atento a tendências literárias, lançamentos de autores renomados e eventos culturais que possam impactar a demanda por certos gêneros ou temas.

Classifique os livros em categorias específicas, como ficção, não ficção, autoajuda, infantil etc. Dessa forma seu público-alvo estará segmentado de maneira a entender as preferências de leitura de diferentes grupos de clientes.

Além disso, isso vai fornecer dados históricos e informações de tendências para fazer previsões de vendas para os próximos períodos.

4 – Realize verificações periódicas

Realizar verificações periódicas de estoque em uma livraria é uma prática fundamental para aprimorar a gestão. Essas verificações regulares ajudam a manter a precisão dos registros de estoque, identificando discrepâncias entre o estoque físico e o sistema. Isso permite correções imediatas, evitando problemas futuros.

Além disso, essas verificações auxiliam na identificação de produtos de baixo desempenho, facilitando a tomada de decisões sobre promoções ou retirada de títulos. Elas também permitem a detecção de danos físicos aos produtos, garantindo a qualidade do estoque.

Em termos de planejamento, verificações regulares preparam a livraria para flutuações sazonais, assegurando que os produtos estejam disponíveis para atender à demanda durante eventos especiais. Financeiramente, essa prática ajuda a reduzir custos ao evitar o acúmulo de produtos obsoletos.

Portanto, ao realizar verificações periódicas você não apenas garante não integridade do estoque, mas também fortalece a gestão ao garantir registros precisos. Além disso, ajuda a identificar problemas, otimizar recursos e responder efetivamente às mudanças no mercado.

Controle de de estoque para livrarias

5 – Estabeleça um parceiro de impressão para baixas tiragens

Ter um parceiro de impressão de baixas tiragens pode trazer benefícios significativos para a gestão de uma livraria. Essa parceria oferece uma solução eficaz para gerenciar a oferta de títulos menos procurados, melhorar a eficiência operacional e proporcionar uma experiência mais personalizada para os clientes.

Primeiramente, essa abordagem permite que a livraria mantenha um catálogo mais diversificado sem a necessidade de manter grandes estoques de cada título. Isso é especialmente benéfico para livros de nicho ou edições limitadas, onde a demanda pode ser menor. Em vez de investir em grandes quantidades de impressão, a livraria pode solicitar baixas tiragens conforme necessário, evitando o risco de excesso de estoque e desperdício.

Além disso, essa parceria simplifica a gestão de estoque. Em vez de ter que manter um estoque constante de títulos de baixa demanda, a livraria pode fazer pedidos sob demanda, reduzindo o espaço necessário para armazenamento. Isso também elimina a necessidade de realizar verificações de estoque frequentes para esses produtos específicos.

A eficiência operacional é aprimorada, uma vez que a parceria de impressão sob demanda elimina a espera por reimpressões e minimiza os custos associados ao transporte e armazenamento excessivo de livros. Isso também se traduz em redução de custos operacionais, já que a livraria só imprime o que é necessário.

Além disso, a impressão sob demanda possibilita uma abordagem mais personalizada. Os clientes podem solicitar títulos específicos mesmo que não estejam em estoque, e a livraria pode atender a essas solicitações sem problemas. Isso cria uma experiência mais satisfatória para os clientes, aumentando sua fidelidade.

6 – Utilize ferramentas automatizadas para controlar o estoque da livraria

No mundo dinâmico do varejo de livros, a gestão eficiente do estoque é fundamental para garantir que os títulos certos estejam disponíveis para os clientes no momento certo.

Imagine uma livraria onde o estoque é monitorado em tempo real, sem a necessidade de verificações manuais. Isso é possível com um sistema automatizado de controle de estoque.

Com esse sistema, os níveis de estoque são atualizados automaticamente à medida que as vendas e reabastecimentos ocorrem. Isso não apenas elimina a margem de erro associada a contagens manuais, mas também permite que os gerentes e proprietários tenham uma visão precisa e atualizada do estoque a qualquer momento.

O eGestor é uma sistema de gestão que, além de automatizar todo seu controle de estoque, também pode fazer a integração com o toda a gestão financeira da livraria, permitindo o rastreamento de vendas para acompanhar o desempenho de cada título em tempo real.

Banner-conversao-eGestor-blog
Início 9 Sistema de Gestão 9 Controle de Estoque 9 Controle de de Estoque para Livrarias: dicas para melhor a gestão
Escrito em: 15/08/23
<a href="https://blog.egestor.com.br/author/pedro-henrique-escobar/" target="_self">Pedro Henrique Escobar</a>

Pedro Henrique Escobar

Pedro Henrique Escobar é formado em Administração e gerente de marketing no eGestor. O eGestor é uma ferramenta online para gestão de micro e pequenas empresas. Teste gratuitamente em: eGestor.

Comentários:

Compartilhe seu comentário, dúvida ou sugestão!

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode gostar…

Controle de Estoque: Como fazer um controle profissional

Porque o controle de estoque é tão importante para a empresa? O estoque é o principal ativo de uma empresa, sendo a forma mais importante de fazer dinheiro. Por isso, ter total atenção a gestão do estoque é de extrema importância. Se a...

Controle financeiro empresarial: Como fazer passo a passo

Passo a passo para fazer o controle financeiro da sua empresa Faça o controle do fluxo de caixa Separe custos e receitas Planejamento de recebimentos e pagamentos Registre todas as operações financeiras Tenha um orçamento bem estruturado...

Nota Fiscal de Serviço Eletrônica (NFS-e): o que é e quem emite

A NFS-e, ou Nota Fiscal de Serviço Eletrônica, é um dos tipos de notas fiscais que existe juntamente com a nota fiscal, a nota fiscal do consumidor e o conhecimento de transporte. Elas são úteis para empresas que tem como uma das funções...

ERP: O que é e vantagens [GUIA COMPLETO]

Teste Grátis A administração de uma empresa acontece diariamente, com processos e controle que devem ser feitos a todo momento. Esses processos são o que mantém a empresa funcionando, e esse controle é o que mantém as contas em dia e os...

NFC-e (Nota fiscal de consumidor eletrônica) [Atualizado]

Emitir NFC-e Todo produto ou serviço vendido, deve ter sua comprovação fiscal e um dos meios de atestar essa transação é a nota fiscal. Afinal, ela dá segurança tanto à empresa que vende o produto, quanto ao consumidor que o compra....

Fluxo de Caixa: Guia de como fazer o da sua empresa

O que é o fluxo de caixa?O fluxo de caixa é o controle de todos os valores que entram e saem do financeiro da empresa. Qual o objetivo do fluxo de caixa?O objetivo do fluxo de caixa é garantir a saúde financeira do negócio, assegurando...

Nota fiscal eletrônica: tudo o que você deve saber [ATUALIZADO]

A Nota Fiscal Eletrônica (NF-e) é um documento cuja função é atestar a venda de um produto ou a prestação de um serviço. Ela foi desenvolvida com o objetivo de substituir alguns sistemas de impressão de documentos fiscais em papel. Assim...

Guia do MEI: Tudo sobre o MEI – Blog do eGestor

O MEI (Microempreendedor Individual) é um tipo de empresa voltado para formalização de profissionais autônomos. O custo para abrir um MEI é zero. Os impostos pagos pelo MEI são o ICMS, pela venda de mercadorias, o ISS, por prestação de...

Faturamento: O que é, como calcular e aumentar o seu

Porque o faturamento é tão importante para a empresa? Porque ele é o valor, em dinheiro, que a empresa recebeu em um período. Assim, ele demonstra se o resultado foi satisfatório ou não. Com o acompanhamento se tem uma melhor ideia da...

Gestão empresarial: guia definitivo para o sucesso do seu negócio

Toda empresa precisa ter um objetivo, uma missão maior que guie todas as suas atividades. Independente de qual for esse objetivo, ele tem tudo a ver com a gestão empresarial. Isso porque é através de uma gestão empresarial competente e...