Muitas pessoas pensam que o controle de estoque se limita ao controle de entradas e saídas de mercadorias, mas, na verdade, ele ocupa um lugar muito mais estratégico na empresa, uma vez que compõe o chamado capital de giro — ou seja, a quantidade de dinheiro disponível que a empresa tem para se manter no mercado por um determinado período de tempo.

Sendo um dos ativos mais importantes do capital circulante da empresa, já que pode ser liquidado a qualquer momento, o controle de estoque deve ser visto de maneira estratégica, integrando-se aos diversos setores da empresa, já que impacta diretamente em várias atividades — desde a produção até o financeiro e comercial da empresa. A falta de um controle de estoque adequado pode representar a perda de uma possibilidade de venda para as empresas, além de gerar prejuízos.

Isso porque a falta de determinado produto pode levar o consumidor a buscar outra empresa que possua o item desejado em seu estoque. E por outro lado, o excesso de estoque pode gerar prejuízo, a medida que os produtos que possuem uma quantidade excessiva podem ficar estagnados no mercado, fazendo com que se demore muito tempo até recuperar o capital que foi investido naquele determinado produto.

Sendo assim, um bom controle de estoque permite as empresas saber com clareza em que aspectos pode estar deixando de vender, e em quais itens estão havendo gastos desnecessários. Quer saber mais sobre a importância que o controle de estoque tem no contexto das organizações? Então siga com a gente neste artigo!
controle de estoque

Otimização de recursos

Quando se tem um controle de estoque de qualidade, é possível reduzir a quantidade de insumos e mercadorias a um nível ideal, sem excedentes, criando uma vantagem competitiva para a empresa em relação aos recursos financeiros, que não precisam ser comprometidos sem a devida necessidade.

Altos estoques exigem um investimento maior para sua manutenção, reduzindo o poder de compra da organização em outras situações. Insumos ou produtos empatados no estoque significam dinheiro parado, cenário sempre desfavorável para o caixa da companhia.

O controle de estoque é, portanto, responsável por otimizar todos esses recursos e melhorar a saúde financeira da empresa, livrando-se do que não é mais útil e criando espaço para novidades e oportunidades.

Redução de desperdícios e prejuízos

O controle de estoque também é responsável por investigar possíveis desperdícios de material, bem como prejuízos advindos de sua má organização. Quando se tem um ambiente limpo e organizado, eventuais quebras, defeitos e furtos são evitados, contribuindo para que o estoque continue sendo um setor de resultados para a empresa. Além destes fatores, ter uma quantidade adequada de estoque, permite as empresar realizar um bom atendimento, que possa de fato satisfazer as necessidades dos clientes.

Integração com a gestão financeira

Por mais que se veja o estoque como um reduto de insumos e mercadorias, a organização precisa vê-lo como dinheiro aplicado. E é nesse sentido que esse setor faz parte da gestão financeira da companhia, já que gerencia as entradas e saídas de mercadorias, bem como indica o aumento ou a redução das demandas internas, direcionando a produção.

Reação em cadeia

A falta de matéria-prima para produção ou a falta de produto para se entregar aos clientes são duas das maiores e mais graves falhas que podem vir a acontecer a partir de um estoque mal gerenciado, comprometendo não só os lucros da empresa como sua reputação no mercado.

Muitas companhias acreditam que essas falhas sejam comuns, mas poucas delas realmente mensuram a quantidade de clientes perdidos para a concorrência ocasionada por esses erros. O estoque mal controlado gera uma reação em cadeia em toda a dinâmica da empresa, comprometendo o trabalho dos colaboradores e o retorno financeiro.

Como fazer um controle de estoque eficiente?

Agora que você já conhece a importância que um bom controle de estoque pode representar para a gestão e operação das atividades de sua empresa, vamos listar algumas dicas de como realizar este processo da forma mais eficiente possível:

1- Crie uma rotina em sua empresa

Se a sua empresa não estabelece a realização do controle de estoque de uma forma frequente e padronizada, saiba que isso é um erro. A realização do controle de estoque em períodos espaçados de tempo pode representar o esquecimento de registros referentes a importantes movimentações em seu estoque.

O ideal é que você realize este processo sempre de uma forma diária ou semanal. Assim é muito mais fácil identificar uma possível falta ou excedente no estoque!

2- Tenha um registro de todos os seus produtos

Para organizar este processo é recomendável com que você elabore uma ficha de controle de estoque. Lembre-se que um bom controle de estoque não se resume somente a saber a quantidade de seus produtos, mas também armazenar informações e detalhes sobre eles.

Descreva em sua ficha as características de cada produto, suas unidades de medida, localização de cada um dentro da empresa, data e quantidades de entrada e saída no estoque e seus respectivos custos de aquisição e de venda. Estas informações irão facilitar não só o processo de contagem, mas o de armazenamento e o de solicitação de novos produtos junto aos fornecedores, além de permitirem que você também realize o controle financeiro de sua empresa.

Planilha de controle de estoque gratuita para download

3- Defina estoque mínimo e estoque máximo

Como mencionamos anteriormente, tanto excesso quanto falta de estoque podem apresentar problemas para a sua empresa. Por isso estabelecer a quantidade mínima para que determinado produto não fique em falta e atenda toda a demanda, e delimitar a quantidade máxima para que seus produtos não fiquem estagnados no mercado, é uma medida extremamente importante.

Delimitar estas quantidades vai tornar muito mais clara a verificação de estoque, e você saberá com mais precisão o momento certo de buscar novos produtos com fornecedores.

4- Utilize um bom sistema de gestão

Quando você for pensar em seu controle de estoque, considere a automatização de processos para evitar falhas de gestão, desencadeando prejuízo atrás de prejuízo. Um sistema de gestão, como o eGestor, pode ser uma boa ideia para quem deseja otimizar seus recursos e potencializar seus resultados.

Com o eGestor você poderá cadastrar todos os seus produtos disponíveis no estoque, preenchendo as mais diversas características sobre eles. Com os produtos devidamente cadastrados, você só precisará registrar uma nova venda ou então uma nova compra com um fornecedor, que o sistema se encarregará de atualizar a nova quantidade de estoque automaticamente.

Realizando o controle de estoque desta forma automatizada, você economizará tempo para focar nas questões operacionais do seu negócio! Então o que ainda está esperando? Realize os testes gratuitamente no sistema durante 15 dias!

EGestor - Software online de gestão empresarial para pequenas empresas

Escrito por eGestor
O eGestor é um software online para gestão de micro e pequenas empresas. Teste gratuitamente em http://www.egestor.com.br