Abrir uma empresa é o sonho de muita gente que, precipitadamente, às vezes tira o sonho do papel e comete alguns erros drásticos pela falta de informação ou de planejamento.

Veja, neste artigo, quais são os 15 principais erros ao abrir uma empresa e fuja de todos eles!

1. Não planejar na hora de abrir uma empresa

O planejamento é essencial em todas as fases da vida de uma pessoa — e no mundo dos negócios também, afinal, é necessário definir aonde se espera chegar e quais os recursos exigidos ao longo do caminho.

O grande número de empresas que fecham antes de seus primeiros dois anos está muito relacionado à falta de planejamento. O planejamento, por sua vez, pode ser feito por meio de uma ferramenta muito importante: o plano de negócios.

Ebook manual de como abrir uma empresa

2. Não ter um plano de negócios

O plano de negócios dita os objetivos e as metas organizacionais e, por isso, é considerado uma ferramenta fundamental, que deve ser produzida logo nas etapas iniciais da empresa.

Entre outras funções, essa ferramenta ajuda na determinação de quais serão os recursos materiais, financeiros e humanos utilizados no negócio e como ele deverá ser visto pelos clientes em médio a longo prazo.

3. Não conhecer verdadeiramente o ramo

Alimentício, vestimentas, animais de estimação… São tantos os ramos disponíveis para ingresso no mercado que muitos empreendedores acabam pesquisando superficialmente sobre cada um deles antes de tomar a decisão da área onde investir.

Esse erro é bastante grave. Sem conhecer a fundo os ramos, como será possível perceber as verdadeiras oportunidades para abrir uma empresa que cada um deles oferece?

4. Não definir corretamente seus produtos e serviços

Muitas empresas são abertas com a falsa ideologia de oferecer tudo a todos e pouquíssimas conseguem, de fato, alcançar esse objetivo. Definir produtos e serviços, conhecendo-os a fundo e direcionando-os a mercados específicos, é o melhor meio de ter sucesso.

5. Não pesquisar o mercado fornecedor

Da mesma forma, não conhecer quais serão seus potenciais fornecedores é um grande erro. O maquinário necessário, ou as mercadorias que serão comercializadas, podem ser facilmente adquiridas ou precisarão de longos e custosos processos para serem entregues?

Além de pesquisar os fornecedores, o ideal é criar um banco de dados onde eles possam ficar cadastrados para futuras negociações.

6. Não avaliar a localização da empresa

O ponto comercial é uma importante ferramenta no mundo dos negócios. Analisar estrategicamente essa localização é, portanto, essencial.

Por exemplo, abrir uma empresa do ramo de roupas em um local de pouco movimento gerará grandes gastos com propaganda. Um aluguel mais caro em um ponto movimentado, por sua vez, possibilitará automaticamente maior visibilidade para o negócio.

7. Não pesquisar empresas concorrentes

Que empresa pode ser considerada uma concorrente direta do seu negócio? Quais são os pontos em comum entre vocês? Vocês oferecerão as mesmas marcas e produtos? Quais os diferenciais que levariam os clientes dela a comprar na sua empresa? Observar atentamente cada um desses pontos é a melhor maneira de entrar consciente no mercado, desenvolvendo estratégias desde seus primeiros dias.

8. Não pesquisar o mercado consumidor

Quem vai comprar o que a sua empresa está vendendo? Por mais que o produto seja uma necessidade que independe de idade, sexo ou etnia, é importantíssimo pesquisar pelo perfil do mercado consumidor. A correta análise desses dados proporcionará um direcionamento mais preciso de suas propagandas, por exemplo.

eBook guia de gestão empresarial

9. Não ter um bom atendimento

Parece difícil acreditar que um dos principais erros ao abrir uma empresa esteja relacionado ao atendimento ao cliente. Entretanto, verifica-se que é gigantesco o número de negócios que não priorizam a área e acabam por desagradar ao seu público.

Um cliente cativado volta a fazer compras com a empresa, enquanto outro que teve uma má impressão, além de não retornar, convence vários clientes a não comercializarem com você. Trata-se de um grande prejuízo que deve ser evitado!

10. Não conhecer os processos operacionais

Antes de tirar uma ideia do papel, todas as suas vertentes devem ser estudadas e analisadas, evitando-se posteriores surpresas no dia a dia corporativo.

Sendo assim, é imprescindível determinar quem fará o que dentro da empresa e quais são os processos de fabricação de um produto, por exemplo, antes de partir para a realidade.

11. Não fazer análise de viabilidade da empresa

A ideia toda é interessante, mas será que ela é realmente viável? Como se determina a viabilidade de um projeto que visa a abrir uma empresa?

Primeiramente, é preciso calcular as estimativas de resultados: o que você espera de retorno deste empreendimento? Depois, é necessário avaliar o capital que o negócio requer para sair do papel: qual o valor do investimento? Por fim, leve em conta o tempo que a empresa levará pra trazer o retorno e veja se está dentro do que você pode aguardar.

12. Não organizar o financeiro

Abrir uma empresa requer extremo controle financeiro, com a previsão orçamentária do negócio sempre atualizada.

Todos os gastos, investimentos, faturamentos e lucros devem ser colocados no papel — ou, melhor ainda, no sistema — para um controle mais efetivo e real da situação financeira da empresa.

13. Não separar as despesas pessoais das despesas da empresa

Erro incrivelmente comum e que tem levado muitas empresas à falência, misturar as finanças pessoais com as da empresa é um passo para o precipício, afinal, não é porque você é o dono do negócio que todas as entradas podem ser aproveitadas em benefício próprio.

A empresa precisa de recursos para se manter, adquirir novos estoques, quitar a folha de pagamentos e investir em infraestrutura e em novidades para os seus clientes. Usar o dinheiro indevidamente pode ocasionar o fracasso do negócio.

Planilha de controle Financeiro gratuita

14. Não saber calcular capital de giro

Calcular o capital de giro e trabalhar com prazos de vendas são dois fatores essenciais para que a empresa não se afunde em dívidas e empréstimos bancários.

O capital será responsável por impulsionar, sempre a empresa, ao permitir que esta invista em novas tecnologias e produtos para o seu público sem deixar de pagar as suas contas — ou pior, pagando juros altíssimos.

15. Não emitir nota fiscal

Outro erro bastante comum e que tem complicado a vida dos empresários é a não emissão de notas fiscais, problema grave que pode gerar atritos diretamente com o fisco. Hoje, felizmente, na hora de abrir uma empresa, já é possível solicitar sistemas e softwares online que atuam exatamente no fornecimento desse documento.

O eGestor é um software emissor de nota fiscal eletrônica. Os primeiros 15 dias de testes no sistema são totalmente gratuítos. Comece agora mesmo!

eGestor - Software online de gestão empresarial para pequenas empresas

Escrito por eGestor
O eGestor é um software online para gestão de micro e pequenas empresas. Teste gratuitamente em: https://www.egestor.com.br